Futuro

Espécie que mora do ponto mais fundo da Terra é encontrada com plástico no estômago

por: Vitor Paiva

Os efeitos da ação humana podem facilmente ser medidos pela poluição dos mares, a emissão de gases poluentes e nas mudanças climáticas por todo o globo. O impacto, porém, é literalmente mais profundo do que pensávamos, e alcança pontos inesperados, inclusive os lugares mais fundos do planeta. Uma nova espécie de anfípode foi descoberta por pesquisadores da Universidade de Newcastle na Fossa das Marianas, o local mais profundo do mundo – e dentro de seu estômago havia uma quantidade considerável de tereftalato de polietileno.

Trata-se simplesmente do plástico utilizado em produtos como garrafas de água e roupas de ginástica. O fato foi percebido de forma tão grave e extrema pelos cientistas, que decidiram por batizar o animal a partir de tal dado como denúncia. “Decidimos pelo nome Eurythenes plasticus, pois queríamos destacar o fato de que precisamos tomar medidas imediatas para impedir o dilúvio de resíduos plásticos em nossos oceanos”, afirmou o líder da pesquisa, Alan Jamieson. O título do comunicado que informa a descoberta não poderia ser mais claro: “A nova face da crise do plástico”

A descoberta de plástico dentro de espécies advindas de locais tão ermos quanto a Fossa das Marianas ilustram a abrangência do impacto da ação humana, e as consequências diretas do descarte ecologicamente inadequado – estima-se que o equivalente a um caminhão carregado de lixo plástico seja jogado no oceano por minuto. “Existem espécies que vivem nos lugares mais profundos e remotos da Terra que já ingeriram plástico antes mesmo de serem conhecidas pela humanidade. Os plásticos estão no ar que respiramos, na água que bebemos e agora também nos animais que vivem longe da civilização humana”, afirmou Heike Vesper, diretora do Programa Marítimo da ONG WWF Alemanha.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cirurgias virtuais e prevenção de doenças por algoritmo serão realidade num futuro próximo