Fotografia

Fotos aéreas capturam a beleza única e misteriosa da Islândia

por: Gabriela Glette

São muitos os atrativos que fazem da Islândia um dos países mais desejados pelos amantes de viagem. Segurança, igualdade social e de gênero, aurora boreal e os incríveis banhos termais são apenas alguns exemplos, mas a verdade é que o que faz brilhar nossos olhos são as paisagens naturais – tão belas quanto misteriosas. O fotógrafo Sebastian Müller passou 10 dias neste país de sonhos e graças a um drone conseguiu capturar vistas aéreas que formam verdadeiras obras de arte, resultado da atividade geotérmica da região.

imagens aéreas islândia 1

Com um trailer alugado e muita disposição, o artista percorreu mais de 4 mil quilômetros – a grande maioria na mais completa solitude. O resultado nos prova, mais uma vez, porque a Islândia é considerada um parque de diversões natural para fotógrafos do mundo inteiro.

imagens aéreas islândia 2

Sua série, apesar de parecer uma aquarela, retratam as Terras Altas da Islândia, composta principalmente por deserto vulcânico. Coberto de lava e cinzas vulcânicas, o terreno fica praticamente sem vegetação, formando linhas naturais que enfatizam os diferentes elementos geológicos presentes na paisagem. As fotografias dramáticas nos apresentam um rio glacial, faixas de cinzas vulcânicas negras e um país que 9 entre 10 pessoas sonham em conhecer.

imagens aéreas islândia 3

Não contente com esta surra de beleza, ele ainda nos presenteou com um vídeo que mostra as melhores imagens capturadas pelo seu drone. No entanto, se você quiser se aventurar por este universo mágico, esta paisagem só é acessível durante o verão, que dura apenas 45 dias nas Terras Altas. Este é o único período do ano em que a neve e o gelo descongelam, tornando a viagem acessível e segura.

Publicidade

Fotos: Sebastian Müller


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!


X
Próxima notícia Hypeness:
Como um drone deixou a Terra com cara de planeta de uma galáxia distante