Debate

Gabriela Pugliesi é criticada por post romântico sobre coronavírus

por: Yuri Ferreira

Na última quinta-feira (12), a influenciadora digital Gabriela Pugliesi anunciou que tinha testado positivo para a Covid-19. Após ter participado do casamento de sua irmã, Marcella Minelli, em um resort de luxo em Itacaré, na Bahia, Pugli e mais 14 pessoas foram infectadas pelo coronavírus. Mas a postura nas redes sociais da musa fitness tem deixado um pouco a desejar.

Ontem, Pugliesi publicou em seu Instagram um textão romântico sobre coronavírus. A ideia da postagem era dizer que a pandemia havia unido a humanidade, que a quarentena uniu pais e filhos e que a igualdade social havia sido alcançada após alguns dias de distanciamento social.

– Como Gabriela Pugliesi contraiu coronavírus no casamento da irmã

O textão de Pugliesi romantizando o coronavírus não foi muito bem recebido pelas redes sociais

“Algo invisível chegou e colocou tudo no lugar. De repente os combustíveis baixaram, a poluição baixou, as pessoas passaram a ter tempo, tanto tempo, que nem sabem o que fazer com ele. Os pais estão com os filhos, em família. O trabalho deixou de ser prioritário, as viagens e o lazer também. De repente silenciosamente, voltamo-nos para dentro de nós, para entendermos o valor da palavra solidariedade”, afirmou na postagem.

Enquanto está doente, Gabriela Pugliesi fez, somente nas últimas 24 horas, 8 posts patrocinados em seus stories. No resto do país, 5 mortes foram confirmadas. As duas primeiras foram a de um porteiro e de uma empregada doméstica. Talvez a visão positiva do coronavírus esconda um pouco da dura realidade que vai ser enfrentada pelos menos privilegiados desse país.

– O empresário com coronavírus que zombou da doença, alugou jatinho e colocou uma cidade em risco

“Num instante damos conta que estamos todos no mesmo barco, ricos e pobres, que as prateleiras dos supermercados estão vazias e os hospitais cheios e que o dinheiro e os seguros de saúde, que o dinheiro pagava, não têm nenhuma importância, porque os hospitais privados foram os primeiros a fechar. As garagens e parques estão parados, igualmente os carros top de linha ou ferro velhos antigos, simplesmente porque ninguém pode sair. Bastaram meia dúzia de dias para que o UNIVERSO estabelecesse a igualdade social, que se dizia ser impossível novamente. O medo invadiu todos. Que isto sirva para nos darmos conta da vulnerabilidade do ser humano. Não se esqueçam, bastou meia dúzia de dias”, concluiu.

A “igualdade social” de que Gabriela Pugliesi fala esconde a medida do governo brasileiro que autorizou o corte do salário de funcionários pela metade ou a vida dos entregadores e trabalhadores informais, como os motoristas de transporte privado, que continuarão trabalhando em meio à quarentena forçada. Ou dos 14 mil funcionários do Burger King que foram demitidos na Espanha.

– Coronavírus e a inabilidade social ameaçam negros e pobres

Gabriela apagou a postagem após as duras críticas que sofreu nas redes sociais. Mas voltou com a correção “Logo, logo isso tudo vai ter sido só uma fase difícil que vamos ter superado. Sairemos melhores! Paciência, resiliência e muita oração! Vai passar!”, se redimiu a influenciadora.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Instagram usa política de privacidade questionável e derruba foto de sertanejo por ‘volume’ na sunga