Inspiração

Garis pedem que vocês fiquem em casa e respeitem a profissão

por: Yuri Ferreira

O Estado de São Paulo e o Estado do Rio de Janeiro anunciaram medidas de isolamento social para conter o contágio de coronavírus. Em especial nas áreas urbanas, a ideia de que menos aglomeração é o mote para conseguir conter o espalhamento do vírus. Mas algumas áreas essenciais continuam a funcionar para a manutenção da sociedade.

Um deles é o serviço de limpeza urbana. Um vídeo com garis da Consita, empresa responsável pela limpeza urbana de Belo Horizonte, mostra os trabalhadores pedindo para que a população fique em casa e que eles estarão lá para ajudar a higiene e conter o contágio, mas que os cidadãos tem que ter consciência na hora de depositar lixo. No vídeo, eles pedem que as pessoas não joguem objetos pontiagudos ou vidro quebrado no lixo comum, sem proteção.

– Coronavírus e relações de trabalho: mais de 40% do mercado, informais sofrem com paralisações

Garis da Consita falam que estão aqui por nós, fala para o povo que fique em casa e pede para que objetos pontiagudos e vidros quebrados não sejam depositados sem proteção

Confira o vídeo, que viralizou no Twitter nessa semana:

– Home office: 10 dicas para o trabalho remoto por quem já o pratica há 10 anos

 

“Nós só queríamos falar para vocês o seguinte: com chuva, sem chuva, com sol, sem sol, com coronavírus, sem coronavírus, nós estamos aí, tá? Na coleta, correria, tirando seu lixo, para evitar proliferação de doenças, enquanto vocês estão de casa de quarentena, beleza?. Dê valor para nós, os garis. Dá valor quando você for embalar seu lixo. Não deixar copo quebrado, vidro, nada pontiagudo. Dá valor para a rapaziada que tá no corre aí”, pediram os profissionais da limpeza urbana.

– Porque da importâcia de não exagerar na compra de alimentos, medicamentos e máscaras em tempos de coronavírus

Se você quiser saber como depositar de maneira adequada vidro e objetos pontiagudos, estes garis são hit no Facebook explicando como separar o lixo corretamente. Do jeito certo e com uma linguagem didática, é possível respeitar essa que é uma das profissões mais importantes para a vida da sociedade.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Torcedor coloca 15 mil itens do São Paulo à venda para ajudar moradores de favela