Inspiração

Idosa dá o exemplo, respeita quarentena e costura 1 mil máscaras para doação

Yuri Ferreira - 30/03/2020


No meio de tanta informações e notícias ruins sobre o coronavírus, às vezes é possível encher o coração de esperança. Se muitas notícia ruins acabam com a nossa saúde mental em tempos de pandemia, algumas pessoas estão batalhando contra o vírus e nos enchendo de inspiração. Uma delas é a Dona Bernarda, moradora de Santa Quitéria do Maranhão. Ela costurou mil máscaras de TNT para a doação e ficou em casa, respeitando a quarentena e ajudando as pessoas. Os equipamentos de proteção serão distribuídos para vizinhos e idosos da cidade de Parnaíba.

Quem organizou a produção foi Renatha Costa, de 27 anos, professora de curso técnico e neta de Dona Bernarda. Ela trabalha em Parnaíba e foi informada de uma falta de equipamentos de proteção ao redor de toda a cidade. Para poder ajudar, pediu para sua vó que ela costurasse máscaras para proteger os outros. Dona Bernarda topou, e na singela máquina Singer, costurou mil máscaras roxas para ajudar na prevenção contra o coronavírus.

– Coronavírus une Israel e Palestina em ações de solidariedade

Idosa de 87 anos respeitou a quarentena e confeccionou máscaras de TNT para doação

“Essa é minha avó, tem 87 aninhos e se chama Bernarda Costa. Está aqui confeccionando máscaras (EPI) para doação, pois já não encontramos mais no mercado para venda. Inclusive álcool gel também”, contou Renata em uma postagem do Instagram que mostra Dona Bernarda costurando as máscaras.

– Coronavírus: italianos em quarentena cantam nas sacadas em momento de esperança

As máscaras de TNT não são tão eficazes quanto as N95, utilizadas por enfermeiros e profissionais de saúde em atendimento, mas auxiliam as pessoas infectadas a não transmitirem o vírus e reduzem o risco de infecção para pessoas saudáveis. Logo após a chegada da Covid-19 no país, o produto já se encontrava em falta. Dona Bernarda deu sua pequena contribuição para o país, viralizou e recebeu mais de 12 mil likes até agora.

– Coronavírus: em meio ao caos, temos boas notícias para você não surtar

“Recebi orientações médicas da cidade em que trabalho [Parnaíba, Maranhão] para organizar doações, pois lá também faltavam materiais. Eu pensei na ideia e levei para a minha avó, que é a mais vulnerável da casa. Ela disse que poderia costurar, mas ressaltou que queria doar aos vizinhos, também idosos”, contou Renata ao site Catraca Livre.

Confira o vídeo nas redes sociais:


Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.