Debate

Na Holanda, pessoas fazem filas para comprar maconha antes de quarentena

18 • 03 • 2020 às 13:05
Atualizada em 18 • 03 • 2020 às 13:05
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O governo da Holanda determinou, no domingo (15), o fechamento de vários tipos de estabelecimentos, inclusive dos coffeshops, onde é feito o comércio legal de maconha.

Está é uma nova medida do país para tentar conter o novo coronavírus e fez com que os consumidores da erva fossem às ruas para garantir o estoque da quarentena, formando filas nas lojas com bastante velocidade.

– General Augusto Heleno tem coronavírus; 16 pessoas ligadas ao presidente estão com a doença

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Bruno Bruins, em pronunciamento transmitido pela televisão no país. Além dos coffeshops, a nova determinação também foi direcionada a estabelecimentos como bares e restaurantes.

– Ela faz compras de idosos da vizinhança para evitar que se exponham ao coronavírus

A Holanda tem pelo menos 20 mortes confirmadas e 1.135 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Enquanto isso, no Brasil, vinte dias após o primeiro paciente receber o diagnóstico de Covid-19 no Brasil, o país contabiliza 291 casos confirmados da doença e duas mortes: uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro. Na comparação com o 20° dia da Itália, temos 288 diagnósticos a mais.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness