Arte

O que George R. R. Martin está fazendo na quarentena? Terminando os livros de ‘Game of Thrones’

por: Yuri Ferreira

O mundo em quarentena tem alguns benefícios. Muita gente tem se focado em terminar seus projetos paralelos e para os escritores, essa parece uma boa época para se concentrar e terminar aquele romance inacabado. Ao menos é o que George R. R. Martin, criador da saga de ‘Game Of Thrones’ vai fazer.

O escritor de fantasia que tem um perfil discreto e não gosta muito de aparecer na mídia publicou em seu blog que, durante a quarentena, “tem passado mais tempo em Westeros do que no mundo de verdade”. E aí, como ele irá terminar a saga mais aguardada de todos os tempos?

O escritor confirmou no ano passado que seu final seria diferente do que a HBO deu para a ‘Guerra dos Tronos’. O último livro das Crônicas de Gelo e Fogo’, ‘A Dance with Dragons’ foi publicado em 2011. Desde então, Martin promete que mais dois livros vão sair e enfim a complexa trama de GOT se encerrará de maneira canônica.

– ‘Como diabos você escreve tão rápido’, George R. R. Martin pergunta a Stephen King

George R. R. Martin vai usar o tempo da quarentena de coronavírus para terminar os livros de Game of Thrones

E se a última temporada, especialmente, o final deixou os fãs da série completamente desapontados, a esperança é que o livro de Martin consiga recuperar o trauma. Talvez, quem sabe, depois dessa quarentena, tenhamos um livro novo.

George R. R. Martin faz parte do grupo de risco da Covid-19. Com 71 anos, o autor anunciou que todos os seus negócios – que incluem uma galeria de arte, uma livraria e um cinema, todos no Novo México – serão fechados e que os salários dos funcionários serão mantidos. Enquanto isso, ele se mantém em uma região isolada com um assistente. Ele publicou em seu blog um comunicado oficial sobre a quarentena.

– Coronavírus: italianos em quarentena cantam nas sacadas em momento de esperança

“Estamos vivendo dias estranhos. Velho como sou, eu não consigo me lembrar de viver algo como o que estamos enfrentando nas últimas semanas. Estamos tomando medidas aqui no Novo México como em qualquer lugar.

Aos que estão preocupados comigo, sim, estou consciente de que eu estou na população de risco, devido à minha idade e condição de saúde. Mas, no momento em que escrevo, me sinto bem e estou tomando as medidas de precaução mais adequadas. Eu estou sozinho em um lugar isolado, junto de um assistene, e não irei à cidade ou verei alguém. A verdade é que estou passando mais tempo em Westeros do que no mundo real. Escrevo todos os dias. As coisas estão muito cruéis nos Sete Reinos, mas não tanto quanto estão aqui.

Alguns dias, assistindo às notícias, eu não consigo não sentir que estamos vivendo em um livro de ficção científica. Mas não, infelizmente, o tipo de ficção científica que eu costumava sonhar quando era uma criança, com cidades na Lua, colônias em Marte e carros voadores. Na verdade, eu nunca gostei muito das histórias de pandemia. Nem um pouco…

Vamos ter esperança de que passaremos por isso com calma e tranquilidade. Fiquem bem, meus amigos. É melhor prevenir do que remediar.”

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
As 2222 vanguardas de Gilberto Gil: 78 anos de quem sempre esteve à frente de seu tempo