Ciência

Pianista cego de 18 anos é tão talentoso que cientistas estão estudando seu cérebro

Gabriela Glette - 16/03/2020

Contrariando todas as expectativas, Matthew Whiataker nasceu cego e tinha apenas 50% de chance de sobreviver. Até os dois anos de idade, ele passou por 11 cirurgias, mas durante a luta constante pela vida, ele foi desenvolvendo um talento inegável com o piano. Sem nunca ter estudado música, sua primeira composição foi feita quando ele tinha 3 anos e, hoje, sua habilidade acabou tornando-se tema de estudo de um neurologista fascinado pelo cérebro do jovem, que hoje tem 18 anos.

pianista cego estudo cerebral 1

Nascido em Hackensack, em Nova Jersey – EUA, Matthew é capaz de tocar qualquer música sem partitura, apenas depois de ouví-la uma vez. Ele foi o aluno mais jovem a entrar na Escola de Música Filomen M. D’Agostino Greenberg de Nova York, para Deficientes Visuais, quando tinha apenas 5 anos de idade.

Com menos de duas décadas de vida, o pianista já fez turnês pelo mundo em locais de prestígio, desde o Carnegie Hall até o Kennedy Center, e ganhou vários prêmios de música. Não é à toa que sua maestria, somada à raríssima capacidade de seu cérebro, chamou a atenção de um médico neurologista. Charles Limb ficou fascinado com o que poderia estar acontecendo dentro do cérebro de Whitaker, pedindo permissão à família do rapaz para estudá-lo.

pianista cego estudo cerebral 2

Foi assim que ele passou por 2 exames de ressonância magnética – primeiro ao ser exposto a diferentes estímulos, incluindo música, e depois enquanto tocava em um teclado. O resultado mostra que seu cérebro reajustou seu próprio córtex visual sem uso para construir outras vias neurológicas. “Parece que seu cérebro está pegando aquela parte do tecido que não está sendo estimulado pela visão e usando-a … para perceber a música”, explicou o médico em entrevista à CBS News.

pianista cego estudo cerebral 3

Emocionado ao compreender o próprio cérebro quando Limb lhe apresentou o resultado da ressonância, o jovem pianista pôde finalmente saber como seu cérebro iluminava ao tocar piano, resultado de um amor que nem ele consegue explicar. “Eu amo música”.

Publicidade

Fotos: reprodução


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.