Debate

‘BBB’: Ivy faz comentários racistas e família fecha perfil nas redes: ‘Quanto mais morena eu fico, mais eu gosto’

por: Karol Gomes

Em sua reta final, o ‘Big Brother Brasil 20’, exibido pela Rede Globo, segue permeado por questões de raça e preconceitos sofrido pelos únicos participantes negros do programa: Babu e ThelmaEntre os participantes, o título de racista é mais colocado na mineira Ivy, tanto do lado de fora, nas redes sociais, quanto recentemente, no jogo da discórdia, promovido pelo apresentador do programa, Tiago Leifert. Nenhum dos brothers negros usou a palavra racismo, mas Babu acusou a sister discriminá-lo lá dentro. 

– Duas acusações de estupro e uma de tentativa contra Prior reacendem debate sobre machismo no ‘BBB’

Em papo recente com Flayslane, a mineira negou que Babu e Thelma sofram qualquer tipo de racismo dentro do ‘BBB’. Ela chegou a insinuar que ambos utilizam o argumento para conseguirem alguma vantagem moral dentro do confinamento.

Ivy chegou ainda a falar outras grandes besteiras que, infelizmente, fazem parte do senso comum da sociedade: como sobre racismo reverso e sobre o fato de que ela mesma não pode ser racista pois gosta de se bronzear. “Quanto mais morena eu fico, mais eu gosto”, declarou. 

– Maju Coutinho quer processar racista por dizer que ela só está na TV pela cor, diz coluna

Ela só baixou a guarda nas suas críticas quando outra participante branca, a Marcela, falou com ela, pouco antes de ser eliminada. “É muita coisinha que incomoda. Mas se incomoda, tudo bem. Mas ficar falando disso, pra quê? Todo mundo é igual, todo mundo merece o prêmio, se é branco, moreno, preto. São seres humanos. O que eles querem dizer é que sofrem mais pelo racismo. Pode ser, eu acredito, a Marcela disse que tem muito. Mas ninguém aqui vejo sendo racista com eles”, disse Ivy, em tom revoltado,

Na sequência, Flayslane concorda que já sofreu com o racismo, mas disse que nunca sentiu algo parecido dentro da casa mais vigiada do Brasil. “Não tem isso aqui não, todo mundo está pelo mesmo prêmio”, afirmou. 

– Manu Gavassi no ‘BBB’ aumentou interesse por feminismo nas redes; entenda

Nas redes sociais, a conversa entre as duas repercutiu negativamente e a administração dos perfis da Ivy decidiu bloquear o conteudo para não seguidores a fim de preservar possíveis posts de conteúdo racista que a mineira possa ter feito antes de entrar no jogo ou ainda evitar mais reclamações do comportamento dela. Porém, a torcida de Ivy não consegue impedir suas atitudes na casa. 

Depois de tanta conversa sobre discriminação, Ivy continuou colocando para fora o que sente por Babu. Em conversa com as sisters disse que modelo não pretende dar trégua para o ator, caso ele escapasse do paredão contra Marcela e Flayslane – o que aconteceu. 

“Ele é sem educação, um bruto, um grosso, um ‘capiroto’. Ele sempre foi a minha opção de voto e vai continuar sendo, enquanto continuar aqui. Eu não vou votar em outra pessoa, porque para mim ele é a pessoa mais grossa, mas sem educação”, disse para Gizelly, Marcela, Flayslane e Mari.

– Dança e real sobre machismo: 7 razões que fazem de Babu o homem necessário do ‘BBB’

Ivy relembrou o papo entre os dois, na madrugada de ontem, quando Babu falou que ela nunca tentou se aproximar e sempre votou nele. “Tudo ele acha que é vítima”, reclama.

A mineira repetiu muitas vezes na casa, inclusive para Babu, que seu critério de voto é proximidade, ao que Babu responde que ela nunca tentou se aproximar dele. Ao invés disso, Ivy associa momentos de raiva que Babu teve no jogo com agressividade, repetindo, por diversas vezes, que o considera um “monstro”, algo muito relacionado com a maneira com que os homens negros são vistos socialmente. 

Publicidade

Foto: Reprodução / Rede Globo


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Obsessão por Luísa Sonza e Whindersson é exemplo do lado tóxico das redes sociais