Inspiração

Ela busca doações de tecidos impermeáveis para fazer macacões (em falta) para médicos de UTI

07 • 04 • 2020 às 18:06
Atualizada em 08 • 04 • 2020 às 18:32
Gabriela Glette
Gabriela Glette Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Desde que o coronavírus chegou ao Brasil, em fevereiro, estamos lidando com uma série de informações desencontradas, quando não fake news. No entanto, na última semana o Ministério da Saúde recomendou o uso de máscaras caseiras feitas em tecido, para as pessoas que não têm o Covid-19. A medida simplifica a vida das pessoas, já que as tradicionais máscaras de algodão estão em faltas na grande maioria dos estabelecimentos comerciais. Desde então, uma série de marcas e de pessoas passaram a confeccionar modelos com tecidos estampados, mas não somente para máscaras, como também para peças do vestuário de profissionais da saúde, como a Camisaria Tereza, sediada em São Paulo. Em recente post em seu Instagram, Dani Tereza – à frente da marca, faz um apelo e pediu doações de tecidos impermeáveis para fazer macacões (em falta) para médicos de UTI.

máscaras de tecido 1

Na publicação, feita no dia 26 de março, a costureira diz que já entrou em contato com algumas lojas de tecidos, mas que ainda não conseguiu nada. Aproveitando o período da quarentena para auxiliar a comunidade médica, ela deixa claro sua preocupação, já que os médicos de UTI provavelmente enfrentarão falta de macacões a partir desta semana.

Os macacões, entretanto, não são as únicas criações da empresária neste período de pandemia. Com tecidos estampados e coloridos, ela também está fabricando kits de máscaras de tecido. Elas são enviadas para todo o Brasil e podem ser lavadas na máquina de lavar. Para alegrar nossos dias e nossas poucas saídas ao mercado ou farmácia, elas nos protegem e ajudam a evitar o contágio. O kit com 3 máscaras custa 30 reais, sendo uma branca e outras duas com estampas que você pode escolher.

Segundo o ministro da saúde Luiz Mandetta, as máscaras caseiras oferecem boas barreiras contra o vírus: “A diferença é que ela tem que ser lavada pelo próprio indivíduo para que se possa manter o autocuidado. Se ficar úmida, tem que ser trocada. Pode lavar com sabão ou água sanitária, deixando de molho por cerca de 20 minutos. E nunca compartilhar, porque o uso é individual”.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness