Design

Eles estão mantendo isolamento social numa casa móvel em meio à natureza

por: Gabriela Glette

A pandemia do coronavírus está obrigando mais de um terço do mundo a permanecer em quarentena, mas isto não é tudo que está em jogo. Chegou o momento de rever nossa relação com o mundo e, sobretudo, nossos valores. Muita gente está se dando conta de que a saúde (nossa e da Terra) é muito mais importante do que coisas de valor que levamos uma vida inteira para poder adquirir. Compreendemos também como a liberdade é essencial e que ela está diretamente ligada com o contato com a natureza, e que mais vale ter uma mini casa que te faça feliz, do que uma mansão que te aprisiona. Neste sentido, o casal Kai e Ben estão tirando de letra o período de isolamento social. Vivendo em uma casa móvel nos últimos anos, mesmo mudando constantemente de cenário, eles permanecem em segurança graças à vida que escolheram levar.

casa móvel isolamento social 1

Para isto, Kai passou 6 anos construíndo o ‘The Ugly Truckling’ com suas próprias mãos. O desejo nasceu depois de um livro cair em suas mãos, somado à especulação imobiliária que vem dificultando a compra de terras e casas nos últims 20 anos. O livro narrava uma subcultura de artistas e fabricantes criativos dos anos 70 e 80 que transformavam ônibus, caminhões e vans antigas em maravilhosas casas personalizadas sobre rodas. “Eu raciocinei que, se não podia comprar terras agora, por que não apenas construir minha casa primeiro e encontrar um lugar para colocar depois?”, explica a norte americana.

casa móvel isolamento social 2

De fato, a noção de luxo é muito subjetiva e depende dos valores de cada um. Se no mundo capitalista de hoje, muita gente associa luxo à jóias, roupas de marca e casas com mais cômodos do que realmente necessitamos, para este casal fora da caixa, luxo é liberdade. Eles já viveram no Havaí e percorreram inúmeras belezas dos Estados Unidos nos últimos 2 anos e quem decide a hora de ir embora e descobrir um novo lugar, é a própria vontade.

casa móvel isolamento social 3

O trabalho também muda de região para região. Eles já trabalharam em restaurantes e em fazendas, mas com a pandemia do coronavírus e o país paralisado, no momento estão sem fonte de renda. Foi então que Kai decidiu fazer de seu hobby, ganha pão e começou a vender suas aquarelas.

casa móvel isolamento social 4

Ao levar uma vida simples, porém repleta de significado, o casal nos ensina até que ponto nossos sonhos são realmente nossos. Passamos a vida inteira apegados a ideia de que ter uma casa grande e dinheiro na conta era sinônimo de felicidade. Seria isto mesmo?

casa móvel isolamento social 5

Para Kai, ela nunca foi tão feliz como agora: Sempre detestei a fragilidade de morar em uma estrutura alugada, há muito pouca proteção para os inquilinos e quase nenhuma oportunidade de melhorar o espaço em que você está morando. O caminhão de hospedagem é o maior espaço que já tive para mim“.

casa móvel isolamento social 9

Publicidade

Fotos: Instagram


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Relógio feito de lixo (e lindo) é aposta de empresa focada em inovação sustentável