Inspiração

França disponibiliza hotéis para vítimas de violência doméstica

por: Vitor Paiva

A situação da pandemia do coronavírus amplificou um outro pesadelo social denunciado em diversos pontos em quarentena do planeta: a violência doméstica. Segundo pesquisa, somente no Rio de Janeiro os casos de violência doméstica aumentaram em 50% desde o início do isolamento – e o mesmo foi registrado na França. Para tentar amenizar ao menos esse terrível cenário, o governo francês anunciou que oferecerá quartos de hotel para as vítimas.

O Museu do Louvre, normalmente o mais visitado do mundo, agora vazio e fechado © Veronique de Viguerie/Getty Images

Pesquisas francesas concluíram que a violência doméstica aumentou 32% em todo o país e 36% em Paris desde o início da quarentena, em 17 de março – período no qual dois assassinatos foram também registrados. Além dos quartos de hotel, 20 novos centros de aconselhamento e ajuda para mulheres serão inaugurados, além de uma verba de 1 milhão de euros para organizações de socorro e ajuda às vítimas de abusos domésticos.

o presidente francês Emmanuel Macron © AFP

No país durante a quarentena ninguém tem autorização para sair de casa, a não ser para comprar alimentos no mercado mais próximo, comprar medicamentos na farmácia, ir ao médico, caminhar com animais de estimação ou fazer exercícios. Oficialmente a quarentena se dará na França até o dia 15 de abril, mas o governo já confirmou que irá estender o prazo caso seja necessário para combater a disseminação do novo coronavírus.

© Getty Images

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Artista colore muro de hospital para acalmar adultos e crianças em tratamento