Debate

Gusttavo Lima é investigado após bebedeira em live e anuncia fim de shows

por: Yuri Ferreira

A primeira grande live da quarentena na música popular brasileira foi a de Gusttavo Lima, com o seu “Buteco em casa”, transmissão ao vivo em que o artista cantava suas músicas enquanto se embriagava de maneira, no mínimo, exagerada. No último sábado, o sertanejo repetiu o projeto, com patrocínio da Cielo, da Perdigão, do Serasa e das Casas Bahia. Mas uma patrocinadora ficou em foco: a Bohemia.

A marca de cerveja produzida pela Ambev estava exposta em uma transmissão que mostrava o consumo excessivo de álcool. O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR) abriu uma investigação contra o produto.

Gusttavo Lima exagerou na dose de álcool durante suas transmissões ao vivo e o CONAR abriu investigação contra a ação

De fato, a apresentação do cantor contava com uma quantidade absurda de bebida alcoólica. Visivelmente embriagado, Lima abria garrafas de bebidas destiladas como gim e tomava o produto direto da garrafa. Apesar de um selo de ‘Beba com moderação’, o garoto propaganda da transmissão não parecia seguir a recomendação.

O CONAR afirmou que “A representação foi aberta a partir de denúncias recebidas de dezenas de consumidores”. A entidade afirmou que a “as ações publicitárias carecem de cuidados recomendados pelo Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária para a publicidade de bebidas alcoólicas”. Outro ponto levado em consideração para a recepção da denúncia foi a falta de restrições de idade para o conteúdo e ingestão exagerada de bebida, segundo o órgão.

– Globo exibe festival virtual com Paul McCartney, Lady Gaga, Anitta e Stevie Wonder

A Ambev afirmou que envia uma série de recomendações para os artistas antes das apresentações e que alguns podem não respeitá-las. Outra polêmica live que mostrou outro sertanejo completamente embriagado foi a de Bruno e Marrone, patrocinada pela Brahma, outra marca do grupo Ambev.

A Organização Mundial da Saúde publicou nessa semana uma recomendação pedindo que os governos limitem a circulação de álcool durante essa quarentena, pois a bebida reduz a imunidade contra a covid-19. Segundo a consultoria Nielsen, o consumo de bebida tem aumentado consideravelmente nos EUA durante o período, especialmente em compras online.

Gusttavo anunciou que abandonará as lives e reclamou da investigação. “Acho que o grande segredo da live é tirar o lençol do fantasma. Acho que uma live engessada e politicamente correta não tem graça. O bom são as brincadeiras, a vontade de levar alegria, alto astral para as pessoas que estão agoniadas nesse momento. Não farei live pra ser censurado. Juntos, ajudamos muitas pessoas. Foram toneladas de alimentos e arrecadações… Fizemos o nosso papel. Deus abençoe a todos”, afirmou em seu Twitter.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Youtube


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Disney coloca aviso de conteúdo preconceituoso em alguns de seus filmes clássicos