Debate

Israel: rabino que definiu Covid-19 como ‘castigo divino a gays’ está com coronavírus

por: Redação Hypeness

O rabino Meir Mazuz causou polêmica ao relevar que havia testado para a Covid-19. O diagnóstico foi divulgado nesta terça-feira (7) pela imprensa local. A história chamou atenção por causa de declarações anteriores de homem, que durante discurso afirmou que o coronavírus “é um castigo divino contra a homossexualidade”.

O fluxo de informações foi tão grande, que a fala chegou a ser atrbuída, de forma equivocada, ao ministro da Saúde de Israel, Yaakov Litzman, que também é membro da comunidade ortodoxa. 

– Morre pastor que chamou pandemia de coronavírus de ‘histeria’ e participou de carnaval

– Monja Coen grava vídeo pistola com papo de fim de quarentena: ‘Deixem de ser gananciosos!’

O rabino Meir Mazuz

– Jornalista da Globo chora ao pedir que idosos fiquem em casa por coronavírus

Israel lamentou a sua primeira morte devido ao surto do novo coronavírus no dia 22 de março. Aryeh Even tinha 80 anos, e era um sobrevivente do Holocausto. 

O óbito já causou mudanças nos protocolos do país: rituais funerários foram alterados para evitar a disseminação da doença, agora limitados a até 20 pessoas, que precisam manter distância segura e medidas sanitárias durante o evento.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
STF não reconheceu lei de PMs temporários no RS; assassino de Beto no Carrefour, oficial fazia bico em loja