Debate

Mapa do acolhimento: ação coletiva responde a aumento de violência doméstica na quarentena

Redação Hypeness - 16/04/2020 | Atualizada em - 15/04/2020

Criada pelo Mapa do Acolhimento, a campanha Tô Com Elas visa mapear dados de funcionamento da rede pública que presta serviços de enfrentamento à violência contra as mulheres durante a quarentena imposta pelo Coronavírus.

O Tô com Elas prevê a criação de um mapa online georreferenciado com 5 mil serviços públicos em todo o território brasileiro. Serão listados delegacias, centros de referência, defensorias, hospitais de emergência, entre outros locais que podem prestar atendimento às vítimas de violência contra a mulher.

Foram recrutados 500 voluntárias e voluntários. Cada pessoa se comprometeu a entrar em contato com 10 serviços públicos para realização do mapeamento.

Os dados serão compilados pelo Mapa do Acolhimento e divulgados para que as mulheres em situação de risco possam acessá-los de suas casas e se informar sobre os serviços mais próximos em funcionamento durante a quarentena. Como o número de voluntários já foi atingido, a expectativa é que o mapa esteja disponível em breve.

Violência contra a mulher durante quarentena

De acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, foram registradas 1,3 mil queixas de violência doméstica entre os dias 14 e 24 de março. O telefone de denúncias e atendimento à mulher (Disque 180) teve uma alta de 9% nas ocorrências durante o período de isolamento social – no Rio de Janeiro, o aumento foi de 50% nos casos atendidos pela Polícia Militar.

Na China, casos de violência contra a mulher triplicaram em algumas províncias durante a quarentena. Em Paris, as denúncias aumentaram 40% no período de isolamento.

O problema pode ser ainda maior do que o evidenciado pelos números. Com a presença constante do agressor, as vítimas encontram mais dificuldades para denunciar casos de violência doméstica.

Além disso, o aumento repentino das agressões ocorre em um período em que protocolos de atendimento psicológico, jurídico e serviços de enfrentamento à violência contra as mulheres estão adequando seu funcionamento devido à quarentena. O Mapa do Acolhimento visa suprir essa necessidade, mostrando os locais que seguem operativos neste período, permitindo que as denúncias sigam ocorrendo.

Publicidade

Foto em destaque: Melanie Wasser


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Negacionismo: motoristas do Uber relatam ameaças e agressões por pedirem que passageiros usem máscara