Debate

Países que estão lidando melhor com coronavírus são comandados por mulheres

por: Gabriela Glette

A pandemia do coronavírus está revolucionando nossas vidas, mas também evidencia a maneira como os governos gerenciam crises. Existem alguns fatores cruciais que fazem com que certos países não tenham números tão assustadores, como Itália, Espanha ou Estados Unidos, como idade populacional, tamanho do Estado e respeito às regras de isolamento social. No entanto, os países que estão lidando melhor com esta crise sanitária têm em comum? São todos comandados por mulheres.

 Tsai Ing-wen

Tsai Ing-wen – presidente de Taiwan

Países como Dinamarca, Finlância, Noruega, Islândia, Nova Zelândia, Taiwan e Alemanha estão dando um belo exemplo de como liderar uma nação frente à crises. E, segundo uma reportagem publicada ainda nesta semana na Forbes, a resposta não é porque estes países são pequenos (alô, Alemanha!), mas sim porque estas líderes possuem formas alternativas de exercer seu poder e a brutalidade típica do patriarcado, definitivamente, não faz parte de suas agendas.

 Jacinda Ardern

Jacinda Ardern – primeira-ministra da Nova Zelândia

Logo no início da crise, ainda em janeiro, a chanceler da AlemanhaAngela Merkel, disse que o vírus provavelmente afetaria 70% da população de seu país. O que ela fez com estes dados? Começou a realizar testes em massa, saltando diretamente da fase de negação que vimos em outros lugares, para começar a agir. Hoje, a Alemanha possui uma das mais baixas taxas de mortalidade do mundo e, ao que tudo indica,  eles começarão a afrouxar as restrições em breve.

lista mortes países forbes

Jacinda Ardern, na Nova Zelândia, não demorou muito tempo para decretar confinamento total. Ela impôs o auto-isolamento às pessoas que entraram na Nova Zelândia surpreendentemente cedo, quando havia apenas 6 casos em todo o país, e proibiu totalmente a entrada de estrangeiros.

mulheres governantes forbes

Na Islândia, sob a liderança da primeira-ministra Katrín Jakobsdóttir, o país está oferecendo testes gratuitos de coronavírus a todos os seus cidadãos, enquanto a maioria dos países tem testes limitados para pessoas. Desta forma, o país-modelo não precisou apenar para a quarentena e já examinou cinco vezes mais pessoas do que a Coréia do Sul.
Katrín Jakobsdóttir

Katrín Jakobsdóttir – primeira-ministra da Islândia

Enquanto no Brasil, Jair Bolsonaro estimula as pessoas a desobedecer a quarentena e a crise sanitária torna-se palco de disputas de poder, a pandemia deixa claro aquilo que nós há tempos temos discutido: um mundo comandado por homens já não é mais sustentável.
Angela Merkel

Angela Merkel – chanceler da Alemanha

Publicidade

Fotos 1, 2, 5 e 6: Getty Images

Fotos 3 e 4: reprodução Forbes


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Comédias românticas: o machismo e o racismo que negligenciamos nos filmes