Ciência

Serpente encontrada na Índia homenageia personagem de ‘Harry Potter’

por: Vitor Paiva

Nos livros e filmes de Harry Potter, o personagem Salazar Slytherin, um dos fundadores da escola de magia de Hogwarts, é capaz de conversar com serpentes. Foi por isso que, quando descobriram uma nova espécie de cobra na Índia, os cientistas lembraram de Salazar para batizar a víbora. Com o corpo verde e uma faixa laranja no caso dos machos, a Trimeresurus Salazar foi nomeada em homenagem ao personagem.

© Aamod Zambre/Chintan Seth/Projeto de Biodiversidade de Eaglenest

A nova espécie foi encontrada em Arunachal Pradesh, estado no extremo norte do país, e a descoberta foi registrada na revista Zoosystematics and Evolution por pesquisadores de diversos institutos de pesquisa indianos. Com extrema capacidade de se camuflar, as serpentes do tipo Trimesurus são venenosas e se encontram no sudeste da Ásia. Das 48 espécies conhecidas, 15 vivem na Índia, mas cientistas estimam que suas capacidades de camuflagem podem justamente esconder outras espécies ainda desconhecidas.

© DOI.ORG

Slytherin em português é chamado de Salazar Sonserina, e é dele que vem o nome de uma das quatro casas de Hogwarts, cujo símbolo é justamente uma cobra.

Símbolo da Sonserina © Reprodução

A serpente batizada em homenagem ao personagem é a segunda espécie descoberta por essa expedição herpetológica – que estuda répteis e anfíbios – em Arunachal Pradesh. O objetivo do trabalho é ampliar o conhecimento sobre a biodiversidade do Himalaia e região – e eventualmente homenagear personagens de seus livros e filmes preferidos.

© DOI.ORG

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cachorro que nasceu com um olho e duas línguas foi nomeado em homenagem a deus grego