Inspiração

Theodosina Rosário morre aos 89 anos: quem foi a primeira vereadora negra de SP

por: Vitor Paiva

É tão espantoso quanto sintomático que somente em 1970 uma mulher negra tenha sido eleita vereadora na Câmara Municipal de São Paulo pela primeira vez – mas foi esse o primeiro dos muitos feitos da carreira de Theodosina Rosário Ribeiro, falecida na última quarta-feira, dia 22, aos 89 anos, na capital paulista. A primeira vereadora negra de São Paulo se elegeu pelo MDB, partido de oposição ao regime militar então vigente, como a segunda maior votação de então na cidade.

Nascida em 1930 em Barretos, Theodosina se formou em Letras pela Universidade de Mogi das Cruzes. Tendo trabalhado como professora, ela também atuou como diretora de escola e advogada. Quatro anos depois de seu feito histórico como vereadora, foi eleita deputada estadual, trabalhando na Assembleia Legislativa de São Paulo até 1983.

Divulgação de campanha de Theodosina

Referência no combate ao preconceito racial e à desigualdade, Theodosina marcou sua atuação lutando contra o racismo e seus efeitos.

Seu trabalho de vida foi pelas populações negras e as mulheres mesmo depois de deixar o ofício em cargos públicos – como membro da Comissão da Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, assim como através de palestras.

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Chandro Tomar: atiradora mais velha do mundo mira a derrubada do patriarcado na Índia