Debate

Think Olga lança relatório sobre violência doméstica, saúde e trabalho durante coronavírus

por: Gabriela Glette

Não são poucos os impactos da pandemia do coronavírus no mundo, e, infelizmente eles não estão restritos ‘apenas’ à saúde pública, economia e política. O isolamento social também revela o imenso abismo social brasileiro, com milhares de pessoas perdendo seus empregos, famílias numerosas dividindo o mesmo espaço (quando têm um lar) e mulheres muito mais expostas à violência doméstica. Por isto, a ONG Think Olga acaba de divulgar um importante relatório-manifesto que nos convida a destrinchar esta realidade. O “Mulheres em Tempos de Pandemia: os agravantes de desigualdades, os catalisadores de mudanças”, nos apresenta uma realidade dura de ser absorvida: não é apenas a saúde pública que está em risco, mas também o futuro das mulheres.

mulheres e coronavírus think olga 1

Criado para servir de radar e trazer informações relevantes à perspectiva de gênero sobre a atual crise mundial, o relatório reúne problemas centrais que já estão sendo enfrentados pelas mulheres nesse cenário: violência doméstica, economia e trabalho e, é claro, saúde. Segundo o manifesto, se nos últimos anos, conceitos como equidade, segurança, autonomia e independência feminina foram largamente discutidos no Brasil, hoje estão sendo descartados rapidamente como questões supérfluas diante da crise causada pela pandemia.

mulheres e coronavírus think olga 2

Assim, o objetivo deste documento é que ele possa servir de ferramenta para a sensibilização da sociedade em relação às consequências da pandemia na vida delas. “Enfrentar uma quarentena é um desafio para todos, mas para mulheres em situação de vulnerabilidade pode ser trágico. No Brasil, onde a população feminina sofre violência a cada quatro minutos e em que 43% dos casos acontecem dentro de casa, essa preocupação é real”, explica parte do manifesto.

mulheres e coronavírus think olga 3

Com o apoio de respeitadas instituições, como Anistia Internacional, Fórum Brasileiro de Segurança Pública e Instituto Maria da Penha, o documento mostra, entre inúmeras informações essenciais, que as consequências do coronavírus para grupos vulneráveius será muito maior do que para outros. É a desigualdade social e de gênero mais uma vez mostrando suas caras. Acesse o documento na íntegra aqui.

mulheres e coronavírus think olga 4

Publicidade

Fotos: Unsplash


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
RJ tem ‘choppecídio’ com bares lotados e deboche. Cidade age como se coronavírus não existisse