Agenda Hypeness

Agenda Hype em casa: Alanis Morissette, Pabllo Vittar e Alcione nas lives da semana

por: Gabriela Rassy

Na semana que batemos 60 dias de quarentena, uma sequencia de lives muito especiais e lançamentos musicais deliciosos. Alanis Morissette ressurge para celebrar seu icônico álbum Jagged Little Pill, enquanto Pabllo Vittar e Alcione fazem suas primeiras lives exclusivas. Nesse meio tempo a Rolling Stones transmite shows marcantes em seu canal, o Festival DoSol mostra os talentos potiguares e a festa Je Treme faz nova aparição para os amantes do brega.

Nos lançamentos, a união quebradeira de Jup do Bairro com Rico Dalasam e Linn da Quebrada, além do embalo dançante de Amanda Magalhães no clipe de “Amor Te Dá”. Chega dá um calorzin no coração.

Vem na minha!

  • #lives

Teatro Rival Refit | Terça a quinta, às 16h | Instagram
Às terças, o papo é de samba, sob o comando do jornalista e produtor Marcos Salles, que, depois de ter recebido Ubirany do Fundo de Quintal e Xande de Pilares, vai bater papo com o cantor e compositor Sombrinha no dia 19. A purpurina brilha às quartas, com o produtor Eduardo Araúju tricotando com famosas drag queens. Depois de Miami Pink e Silvetty Montilla, é a vez de Karina Karão no dia 20. E na quinta, 21, um encontro delicioso de Mart’nália com Celso Fonseca. Além das afinidades musicais, ele é um dos arranjadores do CD mais recente da cantora com canções de Vinicius de Moraes.

Alanis Morissette | Terça, 21h | YouTube e Facebook
A cantora celebra o lendário álbum Jagged Little Pill em uma transmissão ao vivo com participação do elenco do musical da Broadway.

Dave Matthews Band | Quarta, 21h | site oficial
Em sua programação semanal, a Matthews transmite apresentações históricas na íntegra para arrecadar verba para projetos sociais.

Popload Festival Home Hour | Quinta, 19h | YouTube
Prometendo “um bom papo, música e drinks”, as lives da versão brasileira do festival continuam nesta semana com Manu Gavassi e Letrux.

Festival aCorde Sessions | Quinta a sábado, 21h | YouTube
Com uma escalação apenas de artistas sergipanos, o aCorde Sessions recebe Sandyalê na quinta, Cidade Dormitório e Madame Javali na sexta e Açocena e Maria Scombona no sábado.

Pabllo Vittar | Sexta, 20h | YouTube
Finalmente Pabllo faz uma live para chamar de sua – e a gente de nossa! Depois de algumas participações por aí, é hora de trabalharmos a coreô de Parabéns ao vivíssimaaaaa!

#TokyoNaSala | Sexta, 19h | YouTube
A casa noturna Tokyo faz transmissões ao vivo semanais e, nesta sexta, o tema é House e Techno. Se prepare para as apresentações dos DJs Millos Kaiser, Gui Scott e Cashu.

Simone e Simaria | sábado às 17h30 | YouTube
Depois do sucesso da primeira Live das Coleguinhas, a segunda edição está marcada e promente! Marque na agenda 😉

Festival DoSol Sessions | Sábado, 18h | Instagram ou YouTube
O DoSol convida diariamente um artista potiguar, durante 32 dias, para a nossa alegria. Nessa semana, a Luísa e os Alquimistas faz uma live babadeira neste dia 23.

View this post on Instagram

Serão 32 dias de conteúdo inédito, online e interativo começando AMANHÃ aqui em nosso instagram. O Festival DoSol Sessions traz um artista potiguar todo dia às 18h fazendo live, além de duas músicas postadas no Youtube do DoSol (dosoltv). Uma maneira de continuar mostrando seu trabalho e produzindo coisas novas. Paralelo a isso, queremos dar visibilidade também aos profissionais que ficam por trás dos palcos. O DoSol Stories vai mostrar a cara de quem é produção, equipe técnica, designers, fotógrafos, documentaristas e mais. Eles vão contar sobre o o seu trabalho, sua vida e suas histórias. Acompanhe tudo através das nossas redes sociais. E para saber mais tem link nos stories com a matéria completa!

A post shared by Combo Cultural Dosol (@festivaldosol) on

Inácio Rios | Sábado, 16h | YouTube
O samba salva! É neste espírito que o cantor e compositor faz sua primeira live. “Seguindo a História” vai exaltar o poder transformador da música e resgatar sua trajetória e paixão pelo samba através das suas parcerias, lugares onde já pisou e obras que criou. Haverá ainda a participação internacional do artista Squat, do projeto “Planeta Ginga”, que promove o intercâmbio artístico entre Brasil e França.

Je Treme Mon Amour | Sábado, 21h | Zoom
A festa mais bagaceira deliciosa de São Paulo faz uma edição onlaineeee. Sym! Os DJs Madruga e Tide tiram as breguices da manga numa festa, cada um em sua casa, mas com muito amor e bunda no chão. A convidada especial, diretamente do Rio de Janeiro, é a DJ Anette Carla da festa Xêpa.

The Rolling Stones | Domingos, 16h | YouTube
Em um novo projeto semanal, a icônica banda transmite shows históricos todos os domingos. A iniciativa, intitulada Extra Licks, acontece no canal oficial da banda.

Alcione | Domingo, 20h | YouTube
Lenda da música brasileira, a cantora estreia no mundo das lives apresentando sucessos como “Você Me Vira a Cabeça”, “Olha”, “Meu Ébano” e “Amor Falsificado”. A equipe da cantora anunciou pelas redes sociais que a live será em benefício de Famílias e Instituições do Rio de Janeiro e Maranhão.

  • #lançamentos

Amanda Magalhães | O Amor Te Dá 
Precisamos falar sobre o que guardamos no coração. Em tempos de tanta notícia ruim, a artista vem trazer luz e amor pra nossa quarentena. O single chega acompanhado do videoclipe, fruto da parceria entre a Boia Fria Produções, Néctar e Laces, que traduz o clima de festa, brasilidade e latinidade presentes na canção. Filha do produtor e arranjador William Magalhães (Banda Black Rio) e neta de Oberdan Magalhães, saxofonista que fundou a BBR em 1976, a artista cresceu em um ambiente musical onde foi intensa a influência da música negra, especialmente o funk, o soul, o jazz e o samba.

Jup do Bairro, Rico Dalasam & Linn da Quebrada | ALL YOU NEED IS LOVE
Chega dá arrepio ver tanto nome f*da junto! Jup lançou seu maravilhoso EP e dele surge a faixa já com clipe, em parceria com Linn da Quebrada e Rico Dalasam. “O EP passa por um ciclo narrativo de nascimento, vida e morte. Com isso surge a necessidade de falar sobre formas de amar do corpo e suas demonstrações de afeto”, revela Jup.

Diego Moraes | Em Casa
O EP nasceu a partir da série “Em Casa” em seu canal no Youtube, que conta com quatro vídeos de Diego cantando em ambiente intimista. São duas interpretações, “Negro Gato” (Getúlio Cortes) e “Nkosi sikelel’ iAfrika” (Hino da África do Sul), e duas autorais “Bipolar” e “Que Pena”.

Os Amanticidas | Parado Deitado Travado
A banda lançou seu terceiro disco de estúdio, “Teto”, no começo do ano, contando com a produção de Fernando Catatau (Cidadão Instigado) e as participações de Alzira E. e Juçara Marçal. Parece que foi ontem. Parece que fazem mil anos. Entre os altos e baixos e agonias que têm caracterizado o período de isolamento físico decorrente do surto do novo coronavírus, alguns afirmam perder a noção do tempo. Outros vivem, cada qual a sua maneira, espécies de luto. E não raramente, tem que afirme que difícil mesmo está sendo lidar consigo. Nesse cenário, o conflito narrado por “Parado Deitado Travado” e que acaba de ganhar videoclipe, tem novos significados.

  • #filmes

Ciclo de Cinema e Psicanálise – Kiki – Os segredos do desejo | Terça, 19, 20h
O programa realizado em parceria com a Sociedade Brasileira de Psicanálise e a Folha de S.Paulo, que a cada edição traz um filme seguido de debate com um jornalista cultural e um psicanalista convidado, exibiu, em abril de 2019, o longa espanhol Kiki – Os segredos do desejo. A sessão foi seguida de debate com a psicanalista convidada Cecília Orsini e da jornalista Fernanda Mena. A diretora de cultura e comunidade da SBPSP, Luciana Saddi, mediou a conversa, que pode ser vista agora na íntegra no Canal do MIS no Youtube.

Mostra Cinema de Acervo MIS | Domingo, 24, 20h
A mostra inédita traz, todo domingo, diretamente do Acervo MIS, uma seleção de filmes brasileiros, tanto curtas quanto média-metragens, produzidos entre os anos de 1980 e 1990. Os filmes dessa programação são versões digitalizadas de obras produzidas nos formatos 35mm e também 16mm. No dia 24, a mostra apresenta o recorte “Contracultura”. Segundo o dicionário Houaiss, contracultura é a “mentalidade dos que rejeitam e questionam valores e práticas da cultura dominante da qual fazem parte”. Em toda a história da humanidade, muitas mulheres e homens lutaram contra a doutrinação e produziram, debateram, documentaram sua luta, sempre colocando a definição de “cultura” em discussão. Na mostra “Contracultura”, nomes como Tom Zé e Chiquinho Brandão falam sobre rebeldia, capitalismo, antropofagia cultural, mostrando o porquê questionar o status quo sempre se faz necessário. O público irá conferir, na sequência, os filmes: Infinita Tropicália (Dir. Adilson Ruiz, Brasil, 1986, 35 min, 14 anos); e A longa viagem (Dir. Wagner Carvalho e Ivan Novaes, Brasil, 1984, 23 min, 14 anos).

  • #visuais

“O milagre do corpo” de Da Vinci | Quarta, 20, 18h | MIS Experience
O fascínio de Leonardo da Vinci pelo corpo humano, em uma época em que os estudos sobre a anatomia eram proibidos, será retratado na live. A ação faz parte do #Experienceemcasa que integra o #CulturaEmCasa da Secretaria de Cultura.

Diálogos no acervo MASP | Quarta, às 16h, e quinta, às 18h
Seguidores são apresentados a obras da coleção do museu por meio de elementos que compõem cada trabalho, como biografia do artista, técnica e contexto histórico. A obra da vez é “Zeferina”, 2018, de Dalton Paula. Já na quinta, Dalton Paula e Amanda Carneiro, curadora-assistente no MASP conversam sobre a produção do artista e sobre a participação dele na exposição “Histórias afro-atlânticas”, eleita uma das melhores de 2018 pelo jornal The New York Times. Amanda foi uma das organizadoras da antologia da exposição.

View this post on Instagram

[desenhos] em casa A obra desta semana é ‘Zeferina’, de Dalton Paula. Publiquem e marquem seu desenho com #maspdesenhosemcasa e @masp até sábado, 23.5, às 23:59. Os desenhos selecionados pelos curadores serão postados no domingo, 24.5, e seus autores receberão um Amigo MASP grátis. Podem participar adultos e crianças, com desenhos recentes ou antigos. O perfil não pode ser privado. Entendemos por desenho qualquer trabalho único feito sobre papel ou cartão—aquarela, guache, pastel, lápis, caneta, giz de cera, tinta acrílica ou óleo, colagem ou digital. Para exemplos, confira os trabalhos sobre Van Gogh, Timótheo da Costa e Modigliani postados nos últimos domingos. Dalton Paula (Brasília, 1982) trabalha em pintura, desenho e escultura, com foco nas representações do corpo negro e das religiões de matriz africana. ‘Zeferina’ é uma pintura originalmente comissionada para ‘Histórias afro-atlânticas’ no MASP em 2018, e tornou-se uma espécie de emblema da mostra, ilustrando uma das capas do catálogo. Trata-se de um retrato de Zeferina, líder abolicionista de origem angolana, trazida ainda criança ao Brasil como escravizada. Ela se rebelou contra o sistema escravocrata e teve papel central na criação do Quilombo do Urubu, atual Parque São Bartolomeu, em Salvador. Símbolo de resistência, Zeferina planejou um levante para atacar Salvador e conquistar a liberdade. A insurreição foi desmantelada pela polícia do Império, que prendeu sua líder e a sentenciou à morte. Embora conhecida na historiografia, não há imagens de Zeferina. Ao criar um retrato para ela, Dalton Paula propõe uma reflexão sobre o apagamento desses personagens na história oficial, nos oferecendo a possibilidade de que sua imagem possa ser efetivamente disseminada, celebrada e reinscrita na história. Dalton Paula, ‘Zeferina’, 2018, doação do artista no contexto da exposição ‘Histórias afro-atlânticas’, 2018 MASP Live com o artista na quinta 21.5 às 18h. Diálogos no acervo sobre a obra na quarta 20.5 às 16h. Amigo MASP tem entrada ilimitada e sem filas durante o ano todo no museu, além de benefícios exclusivos e descontos no restaurante, café, loja e escola MASP. #maspdesenhosemcasa #daltonpaula

A post shared by Museu de Arte de São Paulo (@masp) on

Tour Virtual Farol Santander
O Farol Santander São Paulo, que já recebeu mais de 750 mil pessoas desde 2018, lança um tour virtual pelos oito dos 18 andares de visitação do edifício. As atrações que fazem parte da programação são o Hall de entrada; o Espaço Memória (2º ao 5º andar); as exposições “Devaneios – Os Mundos de JeeYoung Lee” (22º andar) e “Constelação – Somos Todos Feitos de Luz” (23º andar), além do tradicional Mirante do 26º. Para realizar a visita online, basta acessar o site.

Expo Devaneios – Os Mundos de JeeYoung Lee. Foto: Edson Kumasaka

Clube de Colecionadores
Fomentar o colecionismo, incentivar a produção artística do Brasil e contribuir para ampliar e fortalecer o acervo de obras Museu de Arte Moderna de São Paulo. O lançamento do Clube de Colecionadores de 2020 reúne obras inéditas de 11 artistas, são fotografias e gravuras comissionadas pelo Museu e produzidas em tiragens limitadas de 70 exemplares. avaf, Cinthia Marcelle, Daniel Senise, Ivan Grilo e Lia Chaia são os artistas convidados por Eder Chiodetto, curador do Clube de Fotografia, para compor a nova edição. Em comemoração aos 20 anos do Clube, o Museu presta homenagem ao grande fotógrafo Mário Cravo Neto (1947-2009), com produção excepcional da obra “Menina de branco, festa do Bonfim, Salvador” (1994). Sob curadoria de Felipe Scovino, o Clube de Gravura reúne trabalhos de Ascânio MMM, Cadu, Débora Bolsoni, Marcelo Silveira e Vera Chaves Barcellos. A associação a cada Clube é anual e pode ser feita por meio do site do Museu.

Menina de branco, festa do Bonfim, Salvador, 1994 © Instituto Mario Cravo Neto

 

  • #Podcasts

Podcast Isso só acontece em novela | Década de 80
Realizado pelo Pontos MIS, programa de formação e difusão de cinema do Museu da Imagem e do Som com atuação em todo Estado de São Paulo, o podcast analisa cronologicamente as telenovelas mais populares no país e seu impacto na sociedade. Nesta semana, o pesquisador e roteirista Lucas Martins Néia e o jornalista e crítico Raphael Scire abordam “A telenovela na década de 1980: Roque Santeiro, Vale Tudo e O Salvador da Pátria”. Esse é o segundo podcast produzido exclusivamente pelo museu, que, em 2019, criou a série Musicais no Cinema, derivada da megaexposição de mesmo nome.

  • #delivery

Casa Cuca em Casa
A casinha charmosa, que já recebeu shows e chefs com delícias musicais e gastronômicas, agora abre delivery de sabores feitos com muito carinho. Vale conhecer!

Duo38
Mais uma casinha de amor, mas dessa vez produzindo alguns dos melhores pães de fermentação natural dessa SP. Vale provar também os rolinhos de canela que fazem nossa alegria em tempos de isolamento.

View this post on Instagram

Encomendas até Domingo 22h!

A post shared by DUO38 Pães (@duo38paes) on

Cervejaria Nacional
Nem mesmo em tempos de pandemia a Cervejaria Nacional, no bairro de Pinheiros, deixa de proporcionar novos sabores e aromas para sua fiel clientela. Disponível no delivery, o Combo Especial com cinco cervejas, apresenta quatro rótulos que são estilos clássicos da casa: Y-Îara Pilsen, Domina Weiss, Mula IPA e Kurupira Amber Ale. A surpresa fica por conta do quinto rótulo, a Sazonal Surpresa, último lançamento da carta. O combo sai a R$ 121 (cada litro sai a R$ 24,20) nos aplicativos Uber Eats, Rappi e iFood.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.


X
Próxima notícia Hypeness:
Obama lança livro e playlist com Jay-Z, Aretha Franklin e Beyoncé