Ciência

Drauzio Varella critica médicos que defendem cloroquina: ‘Não consigo entender como apoiam negacionismo’

por: Yuri Ferreira

O médico Drauzio Varella criticou os médicos que defendem o uso da cloroquina e hidroxicloroquina em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador. Após a revista britânica The Lancet apresentar um estudo que evidencia que o uso de cloroquina e hidroxicloroquina pode aumentar a chance de morte de quem faz o tratamento para covid-19 e trazer graves consequências para pessoas que sofrem com problemas cardiovasculares, a discussão na área de pesquisa foi praticamente derrubada: o remédio não cura o coronavírus.

– Drauzio Varella diz que carnaval deveria ter sido cancelado: “Vírus se disseminou ali”

Drauzio criticou a politização dos tratamentos e se mostrou surpreso com os negacionistas

A OMS recomendou aos países que suspendessem o uso do remédio. No Brasil, entretanto, a cloroquina trouxe efeitos políticos e econômicos graves. O Governo Federal ordenou a produção do remédio mesmo sem comprovação científica e, após encontrar dificuldades em utilizar o estoque produzido pelo laboratório do Exército, trocou o Ministro da Saúde. Logo após a demissão de Nelson Teich, o governo instaurou o protocolo de uso cloroquina em pacientes com quadros leves de covid-19. Drauzio Varella se colocou contra os médicos que continuarem a ministrar o remédio.

Saudades de quando a ciência era valorizada, né, minha filha?

“Não consigo entender como médicos apoiam esse tipo de negacionismo. Parte desse negacionismo vem pelo medo. Você tem uma tragédia acontecendo no país e você se nega a acreditar que essa tragédia é tão grave assim. Diz que vai passar, que tem gente que vai morrer mesmo. Você vê imagens de covas abertas com trator e diz que o pessoa exagera. A tendência é a politização da epidemia aqui no Brasil, que é o pior cenário que se pode estabelecer”, comentou à radio Metrópole.

– Drauzio Varella diz para esquecermos vida normal: ‘Vai demorar muito tempo pra voltar’

Drauzio ainda criticou a politização de um tratamento, e recomendou que a discussão se foque no campo científico. Infelizmente, negacionistas da pandemia e pessoas contra o isolamento social ainda defendem a cloroquina, mesmo após a Organização Mundial da Saúde desencorajar a sua utilização como tratamento para o novo coronavírus.

– Coronavírus: Drauzio Varella exercita cidadania e ensina o jeito certo de lavar as mãos

“Estamos numa situação hoje em que, se você votou no atual presidente da República, você é contra o isolamento e a favor da cloroquina. Se você não votou e não gosta do presidente, você é a favor do isolamento. Não tem cabimento uma coisa. Chegamos a politizar o uso de um medicamento. Que coisa mais insensata”, completou.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Filhote de 18 mil anos achado congelado na Sibéria pode ser cão mais velho do mundo