Tecnologia

Engenheiros da NASA criam respirador de baixo custo com projeto gratuito e aberto

por: Gabriela Glette

Um dos maiores desafios frente à pandemia do coronavírus, é a escassez de materiais que muitos hospitais estão enfrentando para combater a doença, como máscaras e respiradores. Por isto, para ajudar o mundo a enfrentar esta adversidade, a NASA desenvolveu um respirador mais barato e fácil de ser reproduzido em apenas 37 dias. Feito sob medida para pacientes com Covid-19, ele já foi aprovado em um teste realizado na Escola de Medicina de Icahn no Hospital Monte Sinai, nos Estados Unidos. Composto de menos peças, o aparelho pode ser montado mais rapidamente e possui licença gratuita, para que hospitais de mundo inteiro possam fabricá-lo sem restrições.

nasa-coronavirus-1

Batizado de VITAL, o respirador é um projeto dos engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato – JPL da agência espacial americana. Através de um design adaptável, o aparelho pode ser utilizado tanto em hospitais de campanha quanto em centros de convenções, hotéis e outros tipos de estabelecimentos que estão recebendo pacientes com Covid-19.

nasa-coronavirus

No entanto, apesar da iniciativa inovadora que pode ajudar a salvar milhares de vidas, o diretor do JPL Michael Watkins, afirmou em comunicado: “Nós somos especializados em naves espaciais, e não na fabricação de dispositivos médicos”. Sendo assim, a NASA aponta que o novo ventilador não deve substituir os aparelhos existentes em hospitais, que funcionam por anos, já que o VITAL foi feito especificamente para casos de Covid-19, e deve durar entre três e quatro meses, no máximo.

nasa-vital-covid-19

Segundo Watkins, a especialidade da agência é produzir protótipos em tempo recorde: “Mas engenharia excelente, testes rigorosos e rápido desenvolvimento de protótipos são algumas de nossas especialidades. Quando os integrantes do JPL perceberam que tinham o necessário para ajudar a comunidade médica e científica em geral, sentiram que era seu dever compartilhar sua habilidade, expertise e dinamismo”, qualidades que podem auxiliar o mundo a enfrentar a pandemia.

equipe-nasa

O próximo passo é ser aprovado pela FDA – Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos, a partir de uma autorização de uso de emergência especial para situações de crise. A partir do momento em que o respirador for aprovado, ele terá licença gratuita, e fabricantes da indústria médica já poderão produzi-lo.

Publicidade

Fotos: divulgação NASA/JPL-Caltech


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Twitter cria novo dispositivo contra fake news sobre coronavírus