Arte

Italiana ganha um Picasso de R$ 6,1 milhões comprando uma rifa de 100 euros

por: Vitor Paiva

Se por tradição as rifas tentam levantar quantias beneficentes através de sorteios poucos sedutores – quem nunca comprou um bilhete sem nem de fato desejar o que seria sorteado? – esse não foi o caso do ocorrido recentemente na tradicional casa de leilões Christie’s, em Paris. Em evento promovido para arrecadar fundos para a organização Care, a italiana Claudia Borgono comprou por 100 euros (equivalente a cerca de 582 reais) um bilhete premiado: a rifa sorteava nada menos que um quadro do pintor espanhol Pablo Picasso. O nome do evento era claro e direto: 1 Picasso por 100 euros.

O sorteio realizado na Christie’s, em Paris

Intitulado Natureza Morta, o quadro sorteado na rifa foi pintado por Picasso em 1921, e mostra um copo de absinto e um jornal sobre uma mesa. Suas dimensões são relativamente pequenas – 23×46 cm – mas o mesmo não pode se dizer de seu valor comercial: o quadro foi avaliado em 1,1 milhão de dólares – o equivalente a cerca de 6,1 milhões de reais.

Detalhe do quadro de Picasso sorteado

No total a “rifa” da Christie’s vendeu 51 mil bilhetes, arrecadando cerca de 5,6 milhões de dólares (cerca de 31,3 milhões de reais). O bilionário David Nahmad, que cedeu o quadro para o sorteio, receberá 980 mil dólares do valor arrecadado (equivalente a 5,5 milhões de reais).

Um colecionador de Mônaco, dono de 300 obras de Picasso, também doou 109 mil dólares (cerca de 610 mil reais) ao sorteio. Segundo os organizadores, os 4,6 milhões de dólares restantes serão utilizados pela Care para levar água potável a escolas em Madagascar, Marrocos e Camarões. “Picasso teria adorado uma operação como essa porque era alguém com grande interesse em causas sociais e humanitárias”, afirmou Peri Cochin, organizadora da rifa, à agência Reuters. “A crise do coronavírus deixou claro o quanto é importante lavar as mãos, e isso só pode ser feito com água limpa”. O número do bilhete premiado comprado por Claudia era 1260346.

Publicidade

© fotos: Reuters/divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Artista nigeriano inova pintando retratos de pessoas se libertando do plástico