Debate

Magreza de Adele revela gordofobia escondida em comentários elogiosos

por: Karol Gomes

Sumida dos tabloides e das redes sociais há cinco meses, a cantora Adele publicou uma foto para celebrar uma ocasião especial: seu aniversário, celebrado na última quarta-feira (6). Porém, os comentários que ela recebeu pela publicação não tinham foco em felicitações, mas sim em sua aparência. 

Os mais de 100 mil comentários na publicação feita pela cantora se dividiram entre elogios e críticas ao corpo dela, mudado depois de um emagrecimento: parte dos seguidores enveredaram dizem que ela nunca esteve melhor. A outra parte se mostra preocupada com a autoestima feminina por, muitas vezes, associarem a beleza à magreza. 

– Adele fez 30 anos vestida de Rose, homenageou Titanic e dividiu a internet

Os motivos do emagrecimento também entram na baila dos comentários. Há pouco mais de um ano, a britânica terminou seu casamento com Simon Konecki e a perda de peso foi vista como “revenge divorce” (“vingança após divórcio”) ou “revenge body” (“corpo de vingança”),  como se fosse uma reviravolta atrelada ao homem com quem ela se relacionou. Alguns seguidores comentaram, ainda, se ela estaria usando drogas ilícitas que a fizessem perder peso assim.

Não é de hoje que o ganho ou a perda de peso da cantora viram centro das atenções. Em janeiro, Adele fez uma breve aparição pública — e suscitou críticas por já ter aparecido com quilos a menos. De qualquer maneira, o debate sobre o corpo de Adele durou muitas horas online e muita gente tem falado sobre gordofobia – o preconceito em relação a pessoas gordas, devido a um padrão de beleza imposto pela sociedade.

Embora a liberdade e a diversidade de corpos das mulheres tenha se tornado uma pauta cada vez mais recorrente na sociedade, o emagrecimento de Adele ainda causa comoção. Em entrevista para o portal Universa, da UOL, a nutricionista especialista em saúde pública Joseane Bessa, explica que, quem acha que Adele “está maravilhosa agora”, repete um padrão de pensamento relacionado ao cumprimento de expectativas e pressões sociais — para muita gente, ficar magra é a conquista de algo muito desejado.

– Adele divide troféu do Grammy com Beyoncé em um dos melhores momentos da cerimônia

“O emagrecimento é entendido por muitos como o resultado de um esforço tremendo, que costuma requerer dietas muito restritivas, que beiram um comportamento de transtorno alimentar. Quando vemos pessoas emagrecendo muito rápido logo surge essa preocupação sobre estar doente”, disse a especialista.

Vale lembrar que, como muitos comentários online destacaram, repensar a dieta ou querer emagrecer não é um problema — cada mulher é dona de seu corpo e tem total direito de tê-lo como achar melhor. Mas é sempre preciso observar se isso está sendo feito por vontade própria ou por pressão social. E ainda, se o emagrecimento está sendo conduzido da maneira adequada.

– Em carta escrita à mão, Adele diz que esta deve ser a última turnê de sua vida

Só quem sabe sobre o processo de emagrecimento de Adele é a mesma – qualquer notícia sobre dietas malucas que ela pode ter tentado são falsas, pois a cantora ainda não se pronunciou a respeito. Mas, em âmbitos pessoais, é sempre importante cuidar daquela amiga, irmã ou até mesmo do próprio corpo, colocando a saúde sempre em primeiro lugar. 

Publicidade

Fotos: Reprodução / Instagram


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Léo Lins xinga seguidores após vídeo preconceituoso de namorada sobre autismo