Fotografia

O cotidiano da zona de exclusão de Chernobyl pela lente do brasileiro Raul Arantes

por: Redação Hypeness

O fotógrafo brasileiro Raul Arantes visitou a zona de exclusão de Chernobyl para registrar a vida das pessoas que seguem na região afetada pelo acidente nuclear em 1986. São os chamados samosely, residentes que se negaram a abandonar suas cidades e vilas ou que decidiram retornar ao local quando a área voltou a ser aberta.

Os cliques datam de 2014, quando Raul visitou a região e aproximou-se das pessoas que ali viviam. Diferentemente da maioria dos fotógrafos, que volta suas lentes para os edifícios e a desolação vista no ambiente de Chernobyl, ele queria mostrar os rostos por trás do desastre.

– Animais prosperam mesmo vivendo na zona de exclusão de Chernobyl

As fotografias só foram divulgadas pelo brasileiro recentemente.

Em entrevista ao My Modern Met, ele conta que sua intenção inicial no local era filmar um documentário, mas o projeto foi abandonado e, então, decidiu que era o momento de publicar as imagens.

A maioria dos cerca de 200 samosely que vive hoje em Chernobyl é idosa. São pessoas que moravam na região antes do acidente nuclear e se recusaram a abandonar de vez suas casas.

Essa população vive hoje estigmatizada e sua principal fonte de alimentação vêm dos próprios plantios nas terras contaminadas.

Há também algumas pessoas que não viviam no local antes do acidente, mas migraram para a região buscando fugir da pobreza.

Esse número aumentou durante a Guerra Civil ocorrida no Leste da Ucrânia, em 2014, quando vários refugiados de guerra rumaram para a Zona de Exclusão de Chernobyl.

Veja abaixo mais fotos da região clicadas por Raul e siga o fotógrafo também no Instagram.

Vida na Zona de Exclusão de Chernobyl

Publicidade

Todas as fotos: Raul Arantes


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
28 fotos para provar que as pessoas no passado envelheciam mais rápido