Ciência

Podcast do Hypeness estreia entrevistando Juliana Estradioto, a jovem cientista que deu nome a um asteroide

por: Redação Hypeness

Inovação e criatividade para todos. E agora a qualquer hora, em qualquer lugar. O ‘Inspira e Respira’, podcast do Hypeness, faz sua estréia na podosfera trazendo temas, debates e personagens de suas editorias para um novo formato, com o objetivo de ficar ainda mais pertinho de você, nossa leitora ou leitor.

Reflexões científicas na cozinha, enquanto você prepara o jantar, diversidade e empoderamento pra dar aquele gás nos exercícios (dentro de casa, claro!), as últimas tendências e acontecimentos culturais pra te acompanhar na faxina e debates relevantes que chegam até você, agora também pelos fones de ouvido.

O ‘Inspira e Respira’ surgiu para trazer aquela dose extra de inspiração para o seu dia a dia e, para isso, conta com uma bancada formada por colaboradores do Hypeness, que irá entrevistar um novo convidado à cada programa, falando sobre pautas diversas relacionadas às bandeiras editoriais do site.

Meio ambiente, equidade de gênero, inovações tecnológicas, ciência, transformações nos nossos hábitos de vida, diversidade, direitos dos animais, gastronomia, viagem, tendências, mercado de trabalho, iniciativas transformadoras, ideias fora da caixa, arte, estilo e tudo mais que encorpa e tempera essa panela fumegante e perfumada que preparamos com cuidado e afeto para você todos os dias, agora também no formato de podcast.

As vinhetas do podcast do Hypeness foram criadas pela produtora Ritmika, pela batuta do maestro Henrique Tanjie.

Episódio 1: Juliana Estradioto

No primeiro episódio, conversamos com Juliana Estradioto. Natural de Osório (RS), Juliana começou sua pesquisa sobre aproveitamento de resíduos da macadâmia no curso de administração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia  do Rio Grande do Sul (IFRS). Em 2019, ficou em primeiro lugar no Intel Isef (International Science and Engineering Fair), maior feira internacional de ciências e engenharia para jovens cientistas pré-universitários.

O projeto de pesquisa previa o aproveitamento dos resíduos da macadâmia para a produção de um material orgânico, que poderia ser utilizado na confecção de embalagens e curativos, substituindo assim o uso de sintéticos. Juliana Davoglio Estradioto concorreu com outros 1.800 jovens, com idade entre 15 e 19 anos. O prêmio foi entregue em Phoenix, nos Estados Unidos. E um detalhe importante, além do primeiro lugar 3 mil dólares, ela passou a dar nome a um asteroide.

Saiba mais sobre essa e outras histórias inspiradoras no podcast do Hypeness. Todas as semanas um episódio quentinho e fresquinho no seu Spotify.

Publicidade

Fotos: Arquivo pessoal e Agência Fapesp


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ele descobriu uma senhora de 92 anos vivendo na zona de exclusão de Chernobyl com seu filho