Diversidade

Primeira repórter indígena de rede de TV desmaia após reportagem em Manaus

Redação Hypeness - 29/05/2020

Após fazer um link ao vivo de reportagem para o jornal “360°”,  Luciene Kaxinawá, repórter da CNN Brasil, passou mal e foi socorrida pela equipe com quem trabalhava. O incidente ocorreu nesta quinta-feira, em Manaus. A emissora confirmou a situação e depois de checagem, confirmou que a jornalista passa bem. 

Nascida em Rondônia, Kaxinawá é a primeira repórter indígena da CNN. Antes disso, ela trabalhou durante sete anos na Rede Amazônica, que transmite a programação da Globo para cinco Estados da região Norte.

– Parcialidade racial: time da CNN Brasil gera debate sobre diversidade e presença de negros na mídia

Filha de mãe indígena, a profissional faz parte da tribo dos Kaxinawás, que habitam as regiões de floresta tropical do Brasil e do Peru. Luciene ainda era estudante de Jornalismo quando começou a cobrir conflitos relacionados aos povos indígenas da região Norte e das fronteiras do Brasil. 

– Mari Palma e Phelipe Siani, da CNN Brasil, são afastados por suspeita de coronavírus

No dia seguinte ao desmaio de Luciene aconteceu algo parecido, dessa vez em Salvador. O repórter Jhonatã Gabriel, da mesma CNN, sofreu um “apagão” em plena transmissão ao vivo da rede de notícias, o que exigiu que a apresentadora Luciana Barreto encerrasse sua participação. 

– Comentarista da CNN se desculpa por explicação de saudação nazista ao vivo

Ele participava de um link para o programa  ‘Visão CNN’, informando que os agentes de saúde contaminados com coronavírus teriam acesso a auxílio do governo baiano. O repórter observou o celular e, em seguida, não conseguiu falar mais. Posteriormente, Jhonatã pediu desculpas. 

 

Publicidade

Fotos: Reprodução / Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Grupo Gay da Bahia tem trajetória expressiva contra homofobia