Criatividade

‘Quarenteners’ recriam capas de álbuns clássicos em ensaios maravilhosos

por: Vitor Paiva

Preencher eventuais horas vagas sem poder sair de casa durante o atual período de quarentena é tarefa que exige um tanto de nossa criatividade. E se a música é melhor amiga contra o tédio eventual, a ansiedade inevitável ou mesmo a tristeza em período de isolamento, diversas pessoas estão aproveitando momentos de ócio para justamente exercitarem suas criatividades em homenagem aos melhores discos de todos os tempos – e recriarem as capas de tais álbuns com o que possuem em casa, ao alcance das mãos. O resultado vem tomando a internet, e causando a mais simpática comoção virtual.

Algumas das mais icônicas e emblemáticas capas de disco da história foram refeitas com maquiagem, bons fotógrafos amadores, doses generosas de humor e abundância de criatividade. De clássicos esperados, como Nevermind, do Nirvana, II, do Queen, The Velvet Underground & Nico e The Dark Side of the Moon, as recriações também se aventuram por capas mais difíceis de serem refeitas, como Let it Bleed, dos Stones, Bringing it All Back Home, de Bob Dylan, Parklife, do Blur e Yankee Hotel Foxtrot, do Wilco – e, seja através de processos elaborados ou das mais simpáticas, precárias e hilárias soluções, cada capa refeita é uma gargalhada garantida para quem as vê.

A iniciativa ganha novos adeptos a cada compartilhamento em todo o mundo – e, assim, fica aqui a inevitável sugestão: o Brasil também oferece uma infinita coleção de capas de disco icônicas. Que tal aproveitarmos a quarentena para recriarmos nossas mais emblemáticas capas de disco – em versão nacional?

II – Queen

Nevermind – Nirvana

Aladdin Sane – David Bowie

In The Court Of The Crimson King – King Crimson

The Dark Side Of The Moon – Pink Floyd

Let It Bleed – The Rolling Stones

The Velvet Underground & Nico – The Velvet Underground

Prince – Prince

Born to Run – Bruce Springsteen

Is This It – The Strokes

Bringing It All Back Home – Bob Dylan

Something To Write Home About – The Get Up Kids

Definitely Maybe – Oasis

New Found Glory – New Found Glory

Parklife – Blur

Yankee Hotel Foxtrot – Wilco

 

 

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Confeiteira cria bolos que parecem cobertos por tapetes persas