Debate

Thelma, vencedora do ‘BBB’, tem live invadida por comentários racistas: ‘Acontece em todas’

por: Karol Gomes

Se engana quem acredita que, no Brasil, o racismo é ‘velado‘. Na noite de terça-feira (26), ele se mostrou, literalmente, ao vivo, em cores e online. Durante uma entrevista transmitida ao vivo no Instagram, da Revista Glamour Brasil, a editora de Moda Luanda Vieira e a médica e campeã do Big Brother Brasil 20′, Thelma de Assis, tiveram que interromper o bate-papo por causa de ofensas racistas que surgiram enquanto elas falavam.

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, que força muita gente a ficar em casa, de quarentena, as lives no Instagram têm se tornado muito comum e, aparentemente, um novo espaço para atitudes racistas.

– ‘BBB’: Thelma e Babu não precisam de um ‘white savior’ e nós explicamos

Thelma foi surpreendida por ataques racistas em live

– ‘BBB’: Thelma e Babu embranquecidos em ensaio reforça debate sobre representatividade

Thelma precisou falar sobre as atitudes racistas e apontou que aquela não era a primeira vez que isso acontecia com ela dentro do formato. “Tem acontecido em todas as minhas lives”, relatou a médica. 

Ela também pediu para que os fãs e seguidores que estivam assistindo denunciassem os comentários criminosos. “Estamos aqui falando de racismo estrutural e ainda tem gente que tem coragem de colocar comentários racistas numa live tão importante como a nossa. Então quem gosta da gente e está aqui de maneira respeitosa por favor, denunciem”, disse.

No Twitter, o assunto já é um dos mais comentados e está nos Trending Topics com a tag Thelma Merece Respeito, com mais de 20 mil menções. Depois da live, a vencedora do BBB20 usou a rede social para agradecer o apoio de seus seguidores.

– ‘BBB’: Thelma campeã faz Leifert e mãe chorarem e mostra urgência de feminismo mais plural

“Duas mulheres pretas falando sobre representatividade, superação e principalmente sobre a importância de atitudes anti-racistas. Muito obrigada pela tag de apoio, me emocionei”, escreveu.

Lembrando que a mesma Thelma vítima de racismo, é uma das pricipais estrelas de uma campanha de conscientização da Prefeitura de São Paulo em prol do distanciamento social para combater a pandemia do novo coronavírus. Ou seja, deixe seu racismo de lado, pois Thelminha vai passar.

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
GCM com cargo de alto escalão defende supremacia branca nas redes sociais