Viagem

Um dos jardins mais famosos do mundo totalmente vazio pela 1ª vez em 71 anos

por: Gabriela Glette

Depois de quase 6 meses de inverno rigoroso, com temperaturas nada convidativas, a primavera chega no hemisfério norte para trazer cores e alegria às pessoas, que voltam a utilizar espaços públicos e começam a festejar a chegada iminente do calor. Este ano, no entanto, graças à pandemia do coronavírus, um dos jardins mais famosos do mundo – o icônico Keukenhof, na Holanda, não irá receber visitantes e permanecerá fechado pela primeira vez em 71 anos.

Keukenhof vazio coronavírus 1

Entretanto, a falta de turistas não significa que o jardim não floresceu. Muito pelo contrário. As flores estão mais incríveis do que nunca e continuam a receber todo o cuidado de sempre. Todos os jardineiros apaixonados fazem seu trabalho como sempre fizeram, afinal, a natureza não pode parar.

Keukenhof vazio coronavírus 2

Localizado na cidade de Lisse, o Keukenhof fica a apenas 50 quilômetros de Amsterdã e é uma das atrações mais visitadas da Holanda. Totalmente dedicado às tulipas, um dos símbolos dos países baixos, tal como os moinhos de vento, ele abre durante 2 meses ao ano, entre abril e maio, os meses que as tulipas costumam florescer.

Keukenhof vazio coronavírus 3

Conhecido como o jardim de tulipas mais bonito do mundo, o parque recebe 800 mil turistas por ano, mas este ano, assim como boa parte de atrações públicas que costumam juntar grandes aglomerações, não irá receber nenhum, ou melhor, quase nenhum. Holandês apaixonado por tulipas, o fotógrafo Albert Dros entrou em contato com o parque e conseguiu entrar por algumas horas para registrar este verdadeiro espetáculo da natureza, este ano ainda mais evidente devido à falta de pessoas.

Keukenhof vazio coronavírus 4

Dros trabalha para a National Geographic, CNN e fez carreira na revista Time. Ele teve a sorte de estar no lugar certo, na hora certa e, assim, poder compartilhar com o mundo a beleza única deste parque: Foi apenas uma experiência mágica. Não ter pessoas no parque me permitiu fotografar caminhos e ângulos de uma certa maneira que você normalmente não consegue ver por causa da multidão”.

Publicidade

Fotos: Albert Dros


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Viajar sem os filhos é sonho de consumo dos pais após pandemia, diz pesquisa