Debate

Autores se demitem de editora de JK Rowling após empresa não se posicionar sobre transfobia

por: Veronica Raner

Quatro autores vinculados à agência literária que tem JK Rowling como principal cliente anunciaram sua demissão. A saída do quarteto da Blair Partnership vem após o conturbado silêncio por parte de autora da série “Harry Potter” em não emitir um comunicado oficial apoiando os direitos de pessoas trans. 

Enquanto um deles preferiu não se identificar, Fox Fisher, Drew Davies e Ugla Stefanía Kristjönudóttir Jónsdóttir (conhecida como Owl Fisher) afirmaram que não querem estar em uma companhia que “não apoia seus direitos integralmente”. Os três escritores são trans e o caso acontece após Rowling usar sua conta no Twitter para publicar uma série de opiniões vistas como transfóbicas pela comunidade LGBTQI+.

“Se a questão do sexo (enquanto gênero) não é real, a realidade vivida das mulheres em todo o mundo é apagada. Conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a capacidade de muitos discutirem significativamente suas vidas”, escreveu a autora.

Para os três agenciados, a falta de posicionamento público a favor da comunidade trans foi desrespeitosa. Em um comunicado conjunto, eles escreveram que pediram que a empresa reafirmasse seu comprometimento com a igualdade e com os direitos trans. “Nós vimos que eles seriam incapazes de assumir quaisquer compromissos que, para nós, seriam apropriados e significativos”, afirmaram. 

Em contrapartida, a Blair Partnership disse que se orgulha na diversidade de narrativas representadas por seus autores. Porém, a empresa afirmou que não poderia se comprometer com a “liberdade fundamental” de permitir que seus escritores expressem seus pensamentos e crenças. 

“Nós tentamos conversar com eles internamente antes de virmos à público. Nós precisávamos falar sobre isso. Como uma pessoa trans, é uma questão de valores. Nós não queremos estar associados a uma agência que não valoriza as mesmas coisas que nós”, declarou Owl Fisher.

Os autores Owl e Fox Fisher são casados e protestaram contra a falta de posicionamento da editora.

Publicidade

Foto 1: Getty Images / Foto 2: Reprodução/Instagram


Veronica Raner
Jornalista em formação desde os sete anos (quando criou um "programa de entrevistas" gravado pelo irmão em casa). Graduada pela UFRJ, em 2013, passou quatro anos em O Globo antes de sair para realizar o sonho de trabalhar com música no Reverb. Em constante desconstrução, se interessa especialmente por cultura, política e comportamento. Ama karaokês, filmes ruins, séries bagaceiras, videogame e jogos de tabuleiro. No Hypeness desde 2020.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Nathalia Dill diz que educação da filha vai ser baseada no feminismo e pai ‘não será um ajudante’