Debate

Caçadores exibem e celebram o genocídio de animais silvestres mortos em grupos do Facebook

por: Yuri Ferreira

Infelizmente, a caça de animais silvestres continua a ser uma prática comum no nosso país. Segundo uma reportagem da BBC Brasil, um grupo de caçadores no Facebook era uma das maiores faces do genocídio que acontece na natureza brasileira. Nas redes sociais, os assassinos de animais eram indiscretos e celebravam os bichos que matavam, incluindo espécies em extinção.

O ‘Caçadores de Paca’, grupo nas redes sociais que contava com mais de 70 mil membros, era uma confraria de brasileiros que caçavam, em especial, a paca, animal que teve uma recente redução drástica de sua população na Mata Atlântica e que, devido a atividade humana, pode entrar em extinção.

– Cães estão sendo treinados para salvar rinocerontes de caçadores na África do Sul

Criminoso exibe onça parda e duas pacas mortas em grupo no Facebook

O número de CACs (sigla que engloba colecionadores de armas, caçadores e atiradores esportivos) dobrou de 2018 para 2020, e muitos acreditam que a origem dessa expansão esteja na legalização da caça de javali, que aconteceu de lá pra cá. A superpopulação desses animais causa desequilíbrios ambientais e o Ibama permitiu a caça do bicho. Os especialistas acreditam que a facilitação da licença de caçador por causa desse incidente tenha incentivado a caça de animais silvestres no país.

“Naturalmente, se você permite que mais pessoas tenham armas legalmente e saiam a campo para caçar legalmente (javalis), você aumenta a chance de mais animais silvestres serem caçados”, afirmou o biólogo Gustavo Figueirôa à BBC Brasil.

– Caçadores matam única girafa branca do Quênia e seu filhote

O governo de Jair Bolsonaro tem sido um dos maiores incentivadores dos CACs, tendo publicado diversos decretos para expandir o acesso à armas e munições. O número de armas permitidas saltou de 12 para 30, de munições de 6 mil para 90 mil e de pólvora saltou de 2 kg para 20 kg. Além disso, a facilitação do registro de caça por processo digital, anunciada no ano passado, deu celeridade às autorizações de caça, outro fator que pode justificar a explosão de licenças.

O grupo ‘Caçadores de paca’ foi retirado do ar, mas ao redor do Youtube é fácil encontrar conteúdos exibindo animais mortos e dicas para caça. Por isso, é importante que você, usuário, denuncie sempre que ver algum tipo de postagem relacionado à morte de animais silvestres para o Ibama, que vai identificar os responsáveis pelo crime e ajudar na fiscalização para a preservação das espécies no nosso país.

Publicidade

Fotos: © Getty Images Foto 1: Reprodução/Facebook


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus cresce 250% entre Yanomami e pesquisadores falam em descontrole