Ciência

Cientistas conseguem detalhar espécie de peixe-boi brasileira extinta há 40 mil anos

por: Vitor Paiva

Há 40 mil anos, no trecho onde hoje o Rio Madeira cruza o estado de Rondônia, viveu o Trichechus hesperamazonicus, espécie de peixe-boi hoje extinta. Do animal só restaram fossilizadas uma mandíbula e um pedaço do crânio, descobertos por garimpeiros no final dos anos 1980 mas somente identificados agora como um tipo de peixe-boi. Nenhum animal do mesmo gênero vive atualmente na região, e a análise, realizada por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e do Museu Estadual de Rondônia foi publicada no jornal científico estadunidense Journal of Vertebrate Paleontology no início de 2020.

Recriação artística do Trichechus hesperamazonicus © divulgação

A descoberta de se tratar de um tipo de peixe-boi foi determinada a partir da arcada dentária, contínua e com dentes novos na parte da frente e dentes velhos e desgastados empurrados para a parte de trás da mandíbula. O Trichechus hesperamazonicus é a primeira espécie fóssil de peixe-boi registrada na literatura científica, e a sugestão dos cientistas é que os animais chegaram aos rios brasileiros através de uma invasão pelo mar. A extinção da espécie – que, apesar do nome, é um mamífero e não um peixe – teria acontecido por mudanças climáticas e por conta de uma mudança no regime dos rios, que teria isolado os animais.

O Rio Madeira atualmente © Wikimedia commons

Segundo consta, a espécie vivia em lagos e rios calmos como vivem os peixes-boi atualmente – o Rio Madeira hoje é feito de águas velozes, tornando-o incompatível com as características do animal. Três espécies de peixe-boi são conhecidas no mundo hoje: o marinho, encontrado nos EUA, no Caribe e no Brasil, o amazônico, que vive no Rio Amazonas, e o africano, que vive nos rios e na costa ocidental da África.

O fóssil descoberto em 1980 © divulgação

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Vacina contra covid-19 começa dia 20, dizem prefeitos; estes são os documentos necessários para se imunizar