Ciência

Coronavírus: hospitais do interior de SP testam máscaras de mergulho em pacientes

Vitor Paiva - 08/06/2020 | Atualizada em - 05/10/2021

A prefeitura de Campinas (SP) divulgou, no início do mês, o uso de máscaras de mergulho adaptadas como equipamento para pacientes em tratamento com o novo coronavírus. Antes de utilizar propriamente, o equipamento foi testado por profissionais da saúde, para que enfim fosse distribuído ao Hospital Ouro Verde, ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti e ainda às Unidades de Pronto Atendimento da cidade.

© Reprodução/EPTV

À máscara é conectado um adaptador com dois tubos: por um deles entra ventilação artificial para o paciente, pelo outro sai o ar que o paciente libera. Segundo a prefeitura, o uso da máscara adaptada ajuda a evitar que pacientes precisem ser entubados, partindo de um tratamento menos invasivo e que ainda facilita para a comunicação e o próprio bem-estar do paciente – já que não atrapalha a fala de quem a usa. A ideia foi desenvolvida no Centro de Tecnologia da Informação (CTI) Renato Archer e posta em prática pela ONG Expedicionários da Saúde.

Uso da máscara nos hospitais de Campinas © divulgação

A ONG também vem trabalhando na implementação de um hospital de campanha em Campinas, para cuidar de pacientes da Covid-19. Segundo comunicado, uma rede de materiais esportivos irá doar 2,2 mil máscaras de mergulho para serem adaptadas, e ajudar no tratamento dos pacientes vitimados pela atual pandemia.

© divulgação

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.