Inovação

Estudante desenvolve método inédito de impressão de fotos em algas

por: Gabriela Glette

Em tempos de selfies e smartphones, a fotografia manual e impressa acabou se transformando em uma prática cada vez mais rara e geralmente deixada àqueles artistas mais ousados e experimentais. Revelar foto em casa então, muitos millennials nem têm ideia da existência desta maneira centenária de desvelar uma imagem. Este definitivamente não perece ser o caso do jovem Russell Marx, que está levando a fotografia experimental a um nível totalmente novo e usando uma técnica incomum de imprimir fotos em algas.

fotos impressas em algas 1

Marx está fazendo doutorado em neurociência e lançou a proposta com o objetivo de misturar arte e ciência através de uma perspectiva inédita. Tudo começou quando ele descobriu um filme antigo em um laboratório e decidiu comprar uma câmera para testá-lo. Em seguida, seus avós lhe deram um velho ampliador e assim nasceu sua paixão pela fotografia. Mas o estudante não se contentou até descobrir uma maneira nova de imprimir suas imagens sem uma câmara escura e foi aí que entraram seus conhecimentos científicos.

fotos impressas em algas 2

Formado em biologia, ele diz que se lembrou da aulas dos tempos da faculdade para desenvolver seu método: “Lembrei-me de uma aula de biologia na graduação, onde analisávamos a síntese de amido nas plantas cortando um estêncil e colocando-o em uma folha”, explica.

fotos impressas em algas 3

Apesar do processo ser mais lento do que o tradicional, a impressão em algas cria uma imagem única e os resultados são surpreendentemente nítidos. Nas seções em que a luz passa pelas áreas mais claras do filme, as algas ficam mais escuras e é preciso cerca de uma semana de exposição para que a imagem final possa aparecer. Mas, no final, ficamos com uma imagem positiva em tons de verde que demonstra claramente como arte, natureza e ciência podem funcionar em harmonia!

Publicidade

Fotos: Russell Marx


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Arquitetos dos Emirados Árabes apostam em cimento feito à base de sal para construções mais sustentáveis