Inspiração

Homem negro com medo andar na rua ganhou a companhia de 75 vizinhos solidários

por: Vitor Paiva

Todo homem negro nos EUA compreende o que Shawn Dromgoole, de 29 anos, quis dizer quando afirmou em post seu medo de caminhar sozinho por seu próprio bairro, temeroso pelo racismo estrutural em um eventual encontro com a polícia. “Ontem eu quis caminhar por meu bairro mas o medo de não voltar pra casa e para minha família com vida me manteve na minha varanda”, escreveu. “Hoje eu quis caminhar de novo (…) e chamei minha mãe para caminhar comigo. Fui com minha identidade e meu telefone, mas fui”. Recentemente outro relato similar se espalhou na internet, mas no caso de Dromgoole, seu medo foi transformado em esperança: seu post viralizou, e centenas de mensagens incentivaram sua caixa postal. Mas não parou por aí – e a cena que se seguiu revelou-se comovente.

Shawn em seu passei muito bem acompanhado © divulgação

Muita gente se ofereceu para caminhar com ele e, depois do primeiro post, Dromgoole sugeriu um ponto de encontro para quem quisesse encontra-lo para o passeio. Quando ele chegou ao local, nada menos que 75 pessoas o aguardavam. “Eu fiquei comovido, ainda não consigo encontrar palavras. Eu não escrevi o post esperando que as pessoas viessem ao meu encontrou”, comentou, após o ocorrido. “Todos estavam de máscara, então eu via somente um mar de gente, e não era possível sequer dizer qual a cor da pele de cada um”. Ele então decidiu agendar uma nova caminhada – e 300 pessoas apareceram.

Shawn e sua mãe

As mensagens então começaram a vir de outras cidades e estados dos EUA, que passaram a repetir a ideia em seus devidos bairros. Assim, Dromgoole decidiu abrir uma campanha de financiamento coletivo para realizar sua caminhada pela igualdade e a liberdade e contra o racismo – batizada de “Walk with Shawn” – em outras cidades. Com os mais de 8 mil dólares arrecadados, ele pôde agendar sua ida para Philadelphia, no próximo dia 04 de julho.

O que começou como um justificado e simbólico medo genuíno da parte de Dromgoole se tornou em uma verdadeira campanha: sua ideia agora é honrar a memória de pessoas negras assassinadas como George Floyd, e caminhar por cada uma de suas cidades natais. Seu sonho maior, no entanto, é andar por todo o país, acompanhando a todos que precisam de companhia para lutar contra o racismo.

Publicidade

© fotos: arquivo pessoal


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Confeiteira humilhada por taxa de entrega de R$ 2 desabafa e ganha vaquinha nas redes