Debate

Instagram e Facebook vão permitir que usuário oculte anúncios políticos; entenda

por: Vitor Paiva

Se hoje as fake news e a manipulação potencial do público são temas que pautam qualquer debate sobre eleições e o futuro dos pleitos políticos, as redes sociais possuem uma boa dose de responsabilidade por tal quadro. Criticadas por omissão ou mesmo conivência pela disseminação de notícias mentirosas e pela utilização de informações de seus usuários para afetar resultados de eleições, finalmente algumas dessas redes parecem começar a agir – e Facebook e Instagram anunciaram medidas para as eleições presidenciais nos EUA, ainda esse ano, incluindo a possibilidade do usuário nos EUA desativar anúncios políticos à época do pleito.

O CEO da Facebook, Inc., Mark Zuckerberg © divulgação

Ambas as redes são parte do conglomerado de Mark Zuckerberg, intitulado Facebook, Inc., e as novidades foram anunciadas no blog da empresa. A nova campanha, intitulada Centro de Informações de Voto, traz também informações sobre o processo de votação, com alertas sobre dados e horário, no que o blog chama de “o maior esforço por informações eleitorais na história dos EUA”. Segundo o texto, o objetivo é ajudar que 4 milhões de pessoas se registrem para votar no país, onde o voto não é obrigatório.

O Instagram já oferece fiscalização de fake news em seus conteúdos © reprodução

Apesar da nobreza no esforço, especialistas avaliam a medida que permite o cancelamento dos anúncios como ainda pouca – ela coloca, afinal, a responsabilidade sobre o usuário sem garantir que não haverá disseminação de conteúdo falso na corrida presidencial. Analistas políticos confirmam o impacto que a disseminação de notícias falsas por redes como o Facebook, o Instagram e ainda aplicativos como o Whatsapp, tiveram para o resultado das eleições em todo o mundo – especialmente nos EUA em 2016 e em 2018 no Brasil.

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
PM espanca mulher algemada na frente dos filhos e dentro de delegacia