Fotografia

Oficial de navio de carga captura fotos impressionantes da Via Láctea no meio do oceano

por: Gabriela Glette

Muitos fotógrafos passam a vida tentando fotografar a Via Láctea, sem sucesso. No entanto, o espanhol Santiago Olay, que trabalha como oficial de um navio de carga, conseguiu fazer registros impressionantes no meio do oceano. Se seu trabalho pode ser extremamente solitário, foi exatamente esta solitude que permitiu estas fotografias incríveis. O que parecia ser uma noite estrelada comum, acabou se transformando em cenário de uma das mais belas fotos já vistas da Via Láctea.

fotos-via-láctea-navio-de-carga-1

Santiago trabalha há anos como oficial de navio de carga, mas como é entusiasta da fotografia, aproveita as noites para fotografar o céu. Sua Nikon D750 sempre lhe acompanha em todas as viagens, nas quais ele vem se profissionalizando cada vez mais em astrofotografia. No entanto, para aqueles que pensam que basta sacar a câmera e começar a fotografar, o espanhol já avisa que conseguir resgistros como estes não é tarefa nada fácil!

fotos-via-láctea-navio-de-carga-2

“A parte mais difícil de fotografar esse tipo de longa exposição é que você precisa lidar com os movimentos inerentes ao navio e as vibrações produzidas pelo sistema de propulsão. Para lidar com isso, há apenas algumas coisas que você pode fazer. Você tem que esperar as condições climáticas apropriadas, ajustar a velocidade do obturador dependendo dos movimentos residuais do navio e das condições do céu e tirar o máximo de fotos possível”, ensina.

fotos-via-láctea-navio-de-carga-3

Com a ajuda de um tripé e munido de muita paciência, o oficial diz que a viagem em um navio de carga costuma ser bastante perigosa, o que também limita a fotografia. Estamos em um navio de carga perigoso, então só posso usar a câmera em uma área não perigosa, que é designada por meio de um plano específico de área de risco, e mesmo assim eu uso um detector de gás portátil apenas para fique do lado seguro”, explica.

fotos-via-láctea-navio-de-carga-4

Com tantas limitações e ainda precisando se virar com o movimento do barco, suas fotos são ainda mais impressionantes. Porém, tão importante quanto sua paixão pela fotografia, ele explica que pretende com elas, quebrar um estereótipo que as pessoas têm em relação à profissão.Nossa profissão é frequentemente menos conhecida e sempre sujeita a velhos mitos, lendas e estereótipos, que estão muito longe da vida a bordo hoje em dia. Depois de verem as fotos, muitas pessoas ficam curiosas e fazem perguntas sobre a nossa vida a bordo e coisas desse tipo, e tento responder e explicá-las da melhor maneira possível. A resposta deles é sempre muito agradável e gentil, então minha satisfação é dupla, pois eles apreciarão minhas fotos, mas eu também gosto da interação”, diz Santiago.

fotos-via-láctea-navio-de-carga-5

De fato, suas fotografias não somente encantam pela beleza, como nos fazem questionar como é a vida de quem passa a maior parte do tempo em alto mar! “Gosto da ideia de as pessoas conhecerem um pouco mais sobre nós, marítimos e nossa vida a bordo, pois também somos um elo importante na cadeia de suprimentos”, completa o fotógrafo.

Publicidade

Fotos: Santiago El Marino


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Conheça as 20 melhores fotos do concurso BigPicture Natural World 2020