Debate

Pai que teve filho morto por coronavírus pede respeito após homem derrubar cruzes em protesto

Redação Hypeness - 12/06/2020

O feriado de corpus christi celebrado pelo católicos teve, ironicamente, um dos momentos mais tristes dos últimos tempos. Um protesto realizado pelo grupo Rio de Paz, que relembrou com cruzes algumas das mais de 40 mil pessoas mortas vítimas do coronavírus, foi interrompido pela atitude de um homem, aparentando certa idade, que derrubou as cruzes instaladas na praia de Copacabana. 

– A omissão do número de mortos por coronavírus ataca famílias e a liberdade democrática

Enquanto o pedestre protagonizava um ato de desrespeito com a memória das vítimas e das famílias em um dos momentos mais delicados da história do Brasil um homem ia, de uma em uma, recolocando as cruzes no lugar. Este homem se chama Marcio Antônio do Nascimento Silva, de 55 anos, que perdeu o filho pela covid-19. 

– Atila Iamarino critica reabertura do Brasil em meio ao caos do coronavírus: ‘Não fez lição de casa’

Marcio perdeu o filho de 25 anos para o coronavírus

Ele, que atua como taxista, contou ao jornal Extra que reergueu as cruzes em uma tentativa de fazer com que as pessoas tenham mais empatia. Algo que parece raro no Brasil atual. 

“Precisamos respeitar mais uns aos outros — pediu Marcio, que perdeu o filho Hugo Dutra do Nascimento Silva no dia 18 de abril, aos 25 anos. — Eu senti como se ele (o homem que derrubou as cruzes) tivesse desrespeitado meu filho”. 

Marcio conta que não participava do protesto, mas se indignou com a atitude desrespeitosa do idoso. 

– O cientista negro da Baixada, com doutorado na Califórnia, que ganhou bolsa para estudar o coronavírus

“Eu não tinha nada a ver com o protesto, moro em Copacabana, só saí de casa um pouco para caminhar. De repente, vi aquele gesto de falta de respeito, falta de empatia. Eles não tinham o direito de impedir a manifestação”, afirmou. 

O filho do taxista, Hugo, tinha 25 anos, era saudável e morreu em duas semanas. O jovem trabalhava em uma empresa de informática e chegou a ser tratado em uma unidade de referência no combate ao coronavírus no Rio, o Hospital Municipal Ronaldo Gazzolla, em Acari. O Brasil tem mais de 40 mil mortos e quase 1 milhão de casos de covid-19 confirmados. 

Publicidade

Foto: Reprodução/Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Cid Moreira tem interdição pedida por filhos que acusam mulher de mantê-lo em cárcere