Debate

Porta dos Fundos faz live no Instagram e Porchat pede desculpas por vídeo gordofóbico

por: Karol Gomes

Após ser acusado de gordofobia, o grupo Porta dos Fundos, representado pelo apresentador Fabio Porchat, promoveu uma live no Instagram para uma conversa com as criadoras de conteúdo Bianca Barroca e Alexandra Gurgel. Na última quinta-feira (4), o canal de comédia publicou o vídeo “Teste de Covid” e recebeu críticas de ativistas, que consideraram o conteúdo desrespeitoso com as pessoas gordas.

No vídeo, o ator Fabio de Luca, um homem gordo, interpreta um paciente em busca do resultado de um teste para a covid-19, enquanto a atriz Thati Lopes interpreta uma atendente de laboratório que lhe passa o laudo e orientações médicas via telefone. A personagem avisa que o resultado foi negativo, uma vez que o vírus não teria conseguido “resistir ao seu corpo podre” e que “morreu abafado dentro da veia dele”, entre outras críticas à sua saúde e estilo de vida. 

– ‘Porta dos Fundos’ viraliza com vídeo forte, genial e necessário sobre racismo e notas de repúdio

O vídeo foi oculto do canal dos humoristas no YouTube e o grupo pretende regravá-lo com outro ator. Bianca rebateu o conteúdo do vídeo explicando que existe uma associação constante do corpo gordo como sinônimo de saúde ruim, algo que não é verdade. Ela apontou também que pessoas gordas são constantemente distratadas mesmo dentro da medicina.

– Em pleno 2019, Danilo Gentilli ainda acha que gordofobia é piada

– Juiz cita ‘maioria cristã’ no pedido de retirada do especial de Natal do Porta dos Fundos da Netflix

Diante da repercussão negativa, o grupo promoveu uma live para debater o assunto e se desculpar com o público. “Temos que fazer piada com o opressor, nunca o oprimido”, admitiu Porchat, reforçando que críticas de minorias não podem ser encaradas como “mimimi”

Ele explicou que, no Porta dos Fundos, todos os roteiros passam por uma aprovação. “Cada um escreve o roteiro e leva para uma reunião, para uma leitura coletiva. A gente ouviu, leu junto e o mais curioso foi que ninguém ficou com o pé atrás, porque não havia indicação de ator. Então a piada central era uma pessoa com o organismo tão podre que nem o vírus iria querer ficar lá dentro”, disse. No entanto, reconheceu que, depois de pronto, o material ganhou um potencial diferente.

– Magreza de Adele revela gordofobia escondida em comentários elogiosos

E Bianca rebateu: “Não importa se você teve a intenção ou não, o que importa é que aquilo passou. No meio do caminho, alguma coisa torta atrapalhou. Não precisa querer ser racista, por exemplo, para ser. A gordofobia é muito forte e já está na cabeça de todo mundo”.

View this post on Instagram

com @biancabarroca e @alexandrismos

A post shared by Porta dos Fundos (@portadosfundos) on

Após alguns questionamentos de Bianca, ele comentou sobre vídeos produzidos pelo grupo no passado. “O Porta dos Fundos já fez vídeos em que o gordo era a piada central. O nome do nosso primeiro vídeo é ‘Traveco na firma’. A gente jamais falaria isso hoje. Acreditamos que estamos em uma constante evolução. A mesma coisa com a gordofobia, essa conversa é uma ótima discussão para que a nossa luta não seja seletiva”, disse Porchat. 

Carnaval: Thaís Carla posa de Globeleza em ensaio anti-gordofobia: ‘Ame seu corpo’

Durante a conversa ao vivo, o ator Fabio de Luca também fez uma breve participação, alegando que, pela repercussão do vídeo, a relação com o próprio corpo mudou. “Esse alerta me fez me enxergar de maneira diferente. Eu sempre fiz piada com o meu corpo porque achava que tinha que ser assim e não precisa, é só viver”, resumiu.

Publicidade

Fotos: Reprodução / Instagram


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Promotora denuncia repórter da Record por importunação sexual; ele nega e cita revanchismo