Debate

Rio de Janeiro bate recorde de mortes por policiais em meio à pandemia de coronavírus

por: Redação Hypeness

De janeiro a maio de 2020, 741 vidas foram perdidas em decorrência da ação policial no Rio de Janeiro. Segundo dados obtidos pelo “G1”, o número de mortes provocadas por policiais é o maior em 22 anos no estado desde que a série começou a ser registrada pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP-RJ). 

O número registrado nos primeiros cinco meses deste ano é um pouco maior do que o do ano passado. No mesmo período de 2019, 732 pessoas foram mortas por policiais no estado. Apesar de os dois anos de governo Witzel possuírem os maiores dados desde 1998, a escalada começou em 2018, quando se iniciou a intervenção militar na política de segurança carioca. 

Manifestantes protestam pela morte de inocentes pretos no estado do Rio de Janeiro.

Vale observar que, desde março, o estado encontra-se em regime parcial de isolamento social por conta da pandemia do coronavírus. As restrições de convívio social, impostas pelo governo ou não, em nada interferiram para que a estatística fosse menor. 

Entre os números registrados, está a morte do menino João Pedro Mattos, de 14 anos, ocorrida em maio, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. Ele foi baleado dentro de casa, enquanto brincava com amigos, durante uma operação policial dentro da favela. 

Cartaz relembra morte de João Pedro, assassinado em casa, em maio.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Por que mulheres de Michael Jordan não aparecem em série documental