Inovação

Taiwan conta com ministra hacker e trans para vencer a covid-19 e as fake news

por: Vitor Paiva

Apesar de estar localizada a somente 130 km do epicentro do surgimento do novo coronavírus, Taiwan se revelou um dos mais bem sucedidos estados no combate à pandemia: mesmo vizinho à China, por lá foram registrados 443 casos no total, com somente 7 mortes e 430 pessoas já recuperadas. Há um mês Taiwan não registra novos casos da Covid-19, e entre muitos esforços e profissionais, parte desse êxito se deve ao trabalho de uma ministra trans e hacker: Audrey Tang é Ministra Digital e ajuda o governo a desenvolver medidas inovadoras e especiais no âmbito digital para que Taiwan siga praticamente livre do novo coronavírus.

A ministra digital de Taiwan, Audrey Tang © Flickr

Desde muito cedo Tang demonstrou aptidões extraordinárias: aos 12 largou a escola para desenvolver programas de computador: aos 16 fundou a própria empresa para, em seguida, trabalhar no Vale do Silício como empresária e consultora de firmas como a Apple. Sua transição de gênero aconteceu com 24 nos e hoje, com 39 anos, ajuda Taiwan a enfrentar a maior pandemia dos últimos 100 anos com louvor – em um movimento por transparência e “democracia digital” no governo. Entre as inovações estão uma plataforma para coleta gratuita de máscaras, uma “cerca digital” para mostrar se cidadãos estão mesmo em casa ou se cruzam as fronteiras, e até uma campanha contra fake news estrelada por comediantes.

© Divulgação

“Trabalho com o governo, nunca para o governo. Trabalho com o povo, não para o povo”, disse em um TED. “Os movimentos do povo estão de um lado, e o governo do outro lado. Às vezes, atuo no meio deles, como uma tradutora cultural. Às vezes, ajudo ambos os lados para obter os valores que têm em comum”. Com as diversas medidas adotadas, apesar da vizinhança à China, Taiwan não precisou determinar o lockdown, focando no controle rígido das fronteiras – e superando traumas com aprendizado devido por experiências passadas: em 2003, Taiwan foi especialmente afetada pela epidemia da Sars, com 150 mil pessoas em quarentena e 181 mortos.

Soldados desinfetando as ruas de Taiwan para combater o coronavírus © Sam Yeh/AFP via Getty Images

xAntes de chegar ao governo, Tang fazia parte do Movimento Girassol, que, em 2014, tomou e ocupou o parlamento com estudantes por três semanas, como protesto contra um acordo comercial com a China. Ela fazia parte de um coletivo de hackers, que transmitia a ocupação e solucionavam problemas através de programação. Em 2016, quando Tsai Ing-wen foi eleita como a primeira mulher a se tornar primeira-ministra de Taiwan, Tang foi convidada para o cargo de Ministra Digital. “Queremos também fazer o estado mais transparente para o cidadão. Se fosse fazer o cidadão mais transparente, seria outro tipo de regime”, ela diz, ajudando a definir o que chama de Democracia Digital. “Espero que o coronavírus seja a chance para que todos que sobreviveram à primeira onda possam adotar um novo conjunto de normas que reforcem seus valores fundamentais”.

© Flickr

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Nasa lança perfume com ‘aroma do espaço’ para viajar sem sair do lugar