Debate

Thaila Ayala lança marca ‘VIR.US’ em meio à pandemia e recebe enxurrada de críticas: ‘Viralizar o melhor’

por: Redação Hypeness

A atriz Thaila Ayala usou o Instagram para escrever o seguinte: “Em meio a esse caos nasceu  VIR.US.2020 com o intuito de trazer conforto e um pouco de alegria pra vocês!”. Ela estava lançando para seus 5,5 milhões de seguidores seu novo projeto: uma marca de roupas

Com o marido Renato Goés e a própria como garotos-propaganda, as peças viraram desejo entre nomes famosos como Ágatha Moreira, Isis Valverde, Maria Joana, Julia Faria e Paloma Bernardi, que escreveram na timelime da atriz que queriam os looks criados por ela. 

– Com Gisele na capa, Vogue escorrega ao glamourizar mundo ‘pós-coronavírus’

Contudo, o público geral não ficou muito animado com a novidade, acusando Ayala de se aproveitar de um momento de crise e tragédias para vender. Até o momento, o Brasil conta com mais de 36 mil mortes confirmadas por covid-19.

– Gabriela Pugliesi é criticada por post romântico sobre coronavírus

“Minha filha, que realidade paralela é essa que você vive?”, questionou um seguidor nas redes sociais. E a descrição da marca parece mesmo de outro mundo: “Um vírus fez estremecer o planeta, fechar fronteiras, monitorar governos, segregar pessoas, amedrontar consciências e trancar portas. Imagina quando for o vírus do amor, da empatia e da união entre todos os seres? A Virus 2020 convida vocês para viralizar o melhor da vida e construir um novo mundo mais colorido, vamos juntos”

Para pioriar ainda mais, os preços da marca criada por Thaila Ayala para esapalhar o amor não são, digamos, tão camaradas assim. Uma camiseta, feita por meio da técnica tie dye (que dá pra ser replicada por você em casa), por exmeplo, sai por R$ 137, já um desses casacos transados e coloridos, R$367.

– Livre da Covid-19, Gabriela Pugliesi perde patrocínio após festa com ex-BBB em plena pandemia

Após as críticas, o nome da marca mudou no Instagram – de @vir.us.2020 para @amar.ca.2020 – mas as legendas anteriores permanecem. Thaila Ayala ainda não se manifestou. Lembrando que quase 40 mil pessoas morreram vítimas de coronavírus no Brasil. O país é o segundo no mundo em número de casos da doença. 

Publicidade

Fotos: Reprodução / Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Habib’s é acusado de confiscar gorjetas e exploração de funcionários em ação trabalhista