Diversidade

1ª modelo com Down na ‘Vogue’ quer ser exemplo: ‘Sou como qualquer pessoa’

por: Redação Hypeness

Ellie Goldstein se tornou a primeira modelo com síndrome de Down a aparecer na “Vogue” depois de estrelar uma campanha da Gucci em parceria com a versão italiana da publicação. A jovem inglesa de 18 anos protagoniza se tornou um dos rostos da L’Obscure, linha de rímel da marca, após participar de um processo seletivo que deixou toda a família surpresa com a aprovação. 

Diversidade ou a luta pelo direito de sermos quem somos

Ellie Goldstein se tornou a primeira modelo com síndrome de Down a aparecer na ‘Vogue’.

Nós não acreditamos que uma marca tão grande havia escolhido a Ellie. Ela sempre quis fazer parte do mundo da moda e desde pequena trabalha com entretenimento”, conta a mãe da modelo, Yvonne, em entrevista à “BBC”.

Ellie sempre quis ser famosa e nunca deixou que ninguém a fizesse pensar que isso seria impossível por causa de um cromossomo a mais. Seu ícone de beleza maior sempre foi Marilyn Monroe, que conheceu através de livros que a mãe tinha sobre estrelas de Hollywood. Com 15 anos de idade, ela assinou contrato com uma agência de modelos especializada em promover representatividade nesse meio. 

Minha mãe descobriu a Zebedee Management e nós decidimos nos juntar a eles. A melhor parte de ser modelo é me mostrar para todo mundo. Eu amo estar na frente das câmeras e mostrar o quão profissional eu sou”, ela conta, para a “Vogue”.

Pai solo adota garotinha com Down abandonada e rejeitada por 20 famílias

Eu nunca tive experiências ruins por ter síndrome de Down. Acho que é muito por conta da minha personalidade. O único desafio que eu enfrentei foi ver pessoas apontando para mim ou falando com a minha mãe e não comigo — até perceber que eu sei conversar e sou como qualquer pessoa”, diz. 

O editorial da Vogue com a Gucci fala sobre ser autêntico e traz Ellie sorridente ao usar um dos produtos da campanha. “Eu criei o rímel L’Obscur para pessoas autênticas que usam a maquiagem para contar suas histórias de liberdade da sua própria maneira”, afirmou Alessandro Michele, diretor criativo da Gucci. 

Fotógrafo reúne bebês com síndrome de Down em ensaio inspirado na Disney

“A quantidade de curtidas que eu recebi é incrível. Gostei mais ainda de um comentário que disse que eu sou muito bonita e de outro que disse estar com inveja das minhas sobrancelhas”, diz a modelo. 

View this post on Instagram

You guys make me smile, be grateful 🥰 #Guccisession

A post shared by Ellie Goldstein (@elliegoldsteinofficial) on

Para a mãe de Ellie, a hora da mudança e da diversidade chegou, com atraso, mas chegou. “Pelas respostas que temos recebido, só vemos que o mundo está pronto para abraçar a diversidade e a inclusão. Com tudo que está acontecendo, precisamos de olhares mais positivos”, afirma. 

Ellie concorda. “Meu sonho enquanto modelo é me tornar famosa, aparecer na capa da ‘Vogue’ e trabalhar para outras marcas grandes. Quero mostrar ao mundo quem eu sou e o que eu posso conquistar.”

 

 

Publicidade

Foto:


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Produtor de ‘Scooby-doo’ diz que Velma é lésbica e como isso pode ser importante