Fotografia

A história dos gêmeos fotógrafos que se reencontraram 23 anos depois graças a uma foto

por: Redação Hypeness

Tomaz e Gabriel são irmãos gêmeos que nunca haviam se visto até completarem 23 anos. Os dois foram colocados para adoção, em Padre Andrade, no Ceará, pela mãe biológica, Liduína logo após o nascimento. Enquanto Tomaz cresceu em Fortaleza, Gabriel viveu seus anos em Uberaba, Minas Gerais. No dia 2 de junho de 2020, pela primeira vez, os dois se viram e descobriram que, além da forte semelhança física, os dois nutrem a paixão pela fotografia. 

Sou filho adotivo de mulheres incríveis. Nasci em 1997 e, aos 15 dias de vida, fui separado de um ser que faz parte de mim. Meu irmão gêmeo. Após a separação adoeci, senti febre, senti a falta. Vivi com a solidão e um buraco profundo, obscuro e que doía. A minha vida foi por uma busca. Nunca soube quem (ele) era, mas o via em mim. A força da sua existência e da nossa ligação era viva e pulsante. Na minha memória havia momentos que eu não havia vivido“, escreveu Tomaz em uma publicação no Facebook.

Tomaz e Gabriel se reencontraram após 23 anos separados e morando em cidades distantes.

Como ironia do destino, o reencontro aconteceu graças a uma foto. Tomaz conheceu a mãe biológica quando tinha 17 anos e ela lhe deu de presente uma imagem que havia recebido da mãe adotiva de Gabriel, Vanda. Nela, o menino aparecia em seu aniversário de um ano. De posse do nome da mãe adotiva de seu gêmeo, Tomaz começou a procura.

Enquanto isso, Gabriel também sentia que o irmão estava bem, apesar de não ter nenhum indicativo de onde encontrá-lo. 

“Mesmo que a única informação que eu tinha a seu respeito era de que você tinha sido morto com 12 anos, nunca acreditei nessa história pois a nossa ligação também era minha fonte de energia vital. Tenho certeza que se você não estivesse nesse mundo eu também não estaria”, contou Gabriel, em um relato publicado também nas suas redes sociais.  

A nossa história contada por nós no ter.a.pia! Ficou lindo de mais! ❤️

Posted by Tomaz Maranhão on Thursday, July 2, 2020

Graças às redes sociais, Tomaz encontrou o perfil de Vanda e conseguiu finalmente fazer contato com a família de Gabriel. 

Nos encontramos na minha casa. Foi bem forte pra mim. Foi a primeira vez que eu vi alguém tão parecido comigo”, contou Tomaz, em entrevista ao “Só Notícia Boa”. “Ela (Liduína, a mãe adotiva) foi muito importante nessa busca por me dar o nome e o rosto de quem estava com ele”, agradeceu. 

Tomaz conta que entrou em pânico quando viu a foto de Gabriel pela primeira vez. Os dois se assustaram em perceber que eram tão parecidos. Ele teve o apoio de uma policial civil, que foi quem falou com a família de Vanda antes dos dois irmãos se conhecerem pela internet. Gabriel soube da notícia quando estava no trabalho através de uma ligação de sua mãe adotiva. 

Minha cabeça ficou a um milhão e eu não conseguia acreditar. Entrei em contato com ele pelo Facebook, e fomos para o WhatsApp”, Gabriel conta ao portal.

Os dois passaram dias juntos, em Minas, para comemorar o aniversário pela primeira vez sem estarem longe um do outro.

Meu choque foi maior quando vi a foto dele vestido com roupa social e câmera pendurada no pescoço. Não acreditei, e me choco até hoje. Foi ali que realmente vi que a fotografia não estava à toa na minha vida”, diz Tomaz.

Agora, os irmãos tentam recuperar o tempo perdido e estão felizes com a oportunidade de ter uma família ainda maior. “Não quero te perder jamais irmão! Eu preciso de você todos os dias da minha vida! Eu te amo incondicionalmente, sempre te amei e pra sempre te amarei!”, escreveu Gabriel. 

Tomaz e Gabriel se encontraram pela primeira vez no dia 25 de junho, dia do aniversário deles, no aeroporto de Uberlândia, em Minas Gerais. Foi uma surpresa organizada por Tomaz para os dois comemorarem o aniversário juntos, finalmente. 

Festa de 23 anos teve a fotografia como tema.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Facebook


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Diretor de arte colore fotos antigas em preto e branco de casais LGBT