Ciência

A planta que viveu na época dos dinossauros e hoje é a mais solitária do mundo

por: Redação Hypeness

A planta mais solitária do mundo atende pelo nome de Encephalartos woodii. Típica do sul africano, ela foi descoberta pelo botânico John Medley Wood, em 1895, no Reino Zulu, onde atualmente é a África do Sul, que enviou alguns caules para a Inglaterra na expectativa de estudá-la. Mais de 120 anos depois, essa é até hoje a única espécie da planta de que se tem notícia — o que a impede de propagar a espécie. 

‘Pai de planta’ com mais de 200 espécies indoor dá dicas para cultivar seu jardim

Abrigada no Royal Botanical Gardens, na região metropolitana de Londres, a Encephalartos é, na verdade, um macho. Há espécies na flora capazes de reproduzir sozinhas, por terem órgãos sexuais de masculino e femininos. Não é o caso da planta mais só do mundo, que precisaria de sua versão feminina para gerar semelhantes. 

Encephalartos woodii: a planta mais solitária do mundo.

Quando os dinossauros ainda não haviam sido extintos do mundo — há dois milhões de anos — a  Encephalartos woodii era facilmente encontrada somando quase 20% da totalidade de plantas no planeta. Para os animais, serviam como alimento ou abrigo e conseguiram sobreviver a diversas eras glaciais. Apesar disso, o vegetal viu sua população diminuir até só restar essa, abrigada na Inglaterra. 

Fóssil de ancestral de tiranossauro é encontrado em cidade do interior do Rio Grande do Sul

Cientistas já conseguiram criar clones da árvore, mas as tentativas de fecundação com a versão original não funcionou como o desejado. A árvore até chega a se preparar para atrair polinizadores, mas nunca é fecundada porque o material que precisa nunca vem. 

O biólogo Richard Fortey foi taxativo ao dizer que “certamente este é o organismo mais solitário do mundo”. Para ele, a planta está envelhecendo sozinha e destinada a não ter sucessores. “Ninguém sabe quanto tempo vai viver.”

 

Publicidade

Fotos: Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ataque cardíaco há 3 mil anos pode ter matado ‘múmia que grita’