Debate

Alexandria Ocasio-Cortez, chamada de ‘vadia do c*’ por deputado, responde com a classe que falta ao machista

por: Karol Gomes

“Eu estou aqui porque preciso mostrar para os meus pais que sou filha deles — e eles não me criaram para aceitar abuso de homens”, a deputada democrata Alexandria Ocasio-Cortez foi categórica ao responder aos xingamentos que recebeu do republicano Ted Yoho. Ele teria se referido a ela como “vadia do c*”, mas depois negou ter dito as palavras com uma justificativa curiosa: ele tem duas filhas e é casado há 45 anos.

Alexandria Ocasio, ao contrário de seu detrator, é o futuro da política

Assista ao vídeo contundente de AOC a respeito da ofensa machista de Ted Yoho:

– Djamila Ribeiro e Tábata Amaral estão na lista das 100 mulheres mais influentes do mundo

“O Sr. Yoho comentou que tem uma esposa e duas filhas. Eu sou dois anos mais nova que a filha mais nova dele. Eu também sou filha de alguém. Ainda bem que meu pai não está vivo para ver como o Sr. Yoho tratou sua filha”, disse a AOC na Câmara dos Deputados dos Estados Unidos.

Ted Yoho justificou o machismo dizendo ser um homem casado

– ‘Virando a Mesa do Poder’: Documentário da Netflix mostra 4 mulheres contra o dinheiro na política

Um repórter do jornal The Hill afirma que o republicano da Flórida murmurou o xingamento para si mesmo ao se retirar de uma discussão com Ocasio-Cortez.  Ou seja: parece que ter uma esposa e duas filhas não impede ninguém de ser machista, não é mesmo? 

E mais, talvez Yoho não saiba lidar com debates tão bem quanto Ocasio-Cortez. Diante dela, Yoho chegou a dizer que sua visão de que a pobreza e o desemprego estão relacionados com o aumento de crimes era “nojenta”. Mas, ao se retirar do debate, ele teria dito, ainda, que a deputada de oposição estava “maluca”.

Publicidade

Foto 1: Reprodução / Twitter
Foto 2: Getty Images


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Presidente da Argentina envia ao Congresso proposta para legalização do aborto: ‘Meu compromisso’