Futuro

Cacique Raoni, internado na UTI e pilar fundamental para a defesa do meio ambiente, apresenta melhoras

por: Vitor Paiva

Se para o povo Kayapó não há dissociação entre o meio ambiente e as pessoas, o quadro da saúde ambiental brasileira, especialmente após as sucessivas e trágicas políticas do atual governo, parece ter tristemente afetado nosso maior símbolo na luta pelos direitos dos povos indígenas e pela preservação do verde: o cacique Raoni Metuktire.

Num país que tanto mal trata suas próprias matas e florestas, a saúde de um personagem internacionalmente reconhecido e celebrado como Raoni é fundamental – e ainda que nos últimos dias seu quadro tenha se agravado de forma preocupante, as notícias mais recentes quando do fechamento dessa reportagem eram, enfim, boas.

O cacique Raoni Metuktire © Agência Brasil/Wikimedia Commons

Aos 89 anos como uma das mais importantes lideranças na defesa dos povos indígenas e da natureza, Raoni foi recentemente internado com quadro de infecção intestinal, e também para tratamento de úlceras gástricas. O cacique precisou receber uma transfusão de sangue no Hospital Dois Pinheiros, em Sinop, no norte do estado do Mato Grosso, a 503 km da capital Cuiabá. A situação era preocupante mas o quadro se revelou estável, e o boletim médico mais recente revelou que Raoni está com a pressão arterial controlada, sem febre, lúcido e consciente. Um protetor gástrico e o uso de antibióticos foi aplicado para o tratamento das úlceras.

Raoni com o então presidente da França, François Hollande © Wikimedia Commons

O hospital fica localizado a 200 km do Parque Indígena do Xingu, onde vive Raoni, e a estimativa da equipe médica é que o líder receba alta até o próximo final de semana. Por toda sua vida o cacíque vive na Aldeia Metuktire, na terra indígena Kapot Jarinã, no município de Peixoto de Azevedo, ao norte do Mato Grosso – em área somente demarcada o início da década de 1980. Segundo pessoas próximas, Raoni há um mês apresenta quadro depressivo desde a morte de sua mulher, Bekwyjkà Metuktire, por conta de um Acidente Vascular Cerebral em um quadro de diabetes.

© Wikimedia Commons

Em uma luta que já dura mais de 70 anos de intensa militância, Raoni Metuktire tornou-se o principal nome em defesa da causa dos povos indígenas e do meio ambiente no Brasil e um dos mais importantes de todo o mundo – presidentes, papas, celebridades e políticos recebem Raoni com a devoção e o respeito que uma liderança de sua importância merece. No Brasil, logo no início de seu mandato o atual presidente atacou Raoni em bizarro discurso realizado na ONU.

O líder junto do cantor inglês Sting © divulgação

Nos últimos dias o cacique recebeu a visita do Bispo Dom Canísio, da Diocese de Sinop, que levou o desejo de melhoras diretamente do Papa Francisco.

Raoni e o Papa Francisco, no Vaticano, em Roma © divulgação

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Google aponta tendência do pós-pandemia e estende home office por mais um ano