Debate

Carnaval 2021 na Bahia apenas com segurança total, diz prefeito que cogita adiamento

por: Yuri Ferreira

O prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou que cogita adiar o Carnaval 2021 na Bahia e reiterou que só autorizará a festa com segurança total. A declaração veio durante inauguração de obra realizada na segunda-feira (13). Considerado o maior Carnaval do Brasil, a capital baiana recebeu mais de 16 milhões de foliões na festa do início de 2020, mas por causa do novo coronavírus, ainda é cedo para dizer se haverá huminzação disponível para que o evento seja feito com segurança.

Cabe à gestão de Neto decidir neste ano quais serão as datas da festa de 2021. Neto afirmou ser possível uma prorrogação para maio ou junho, sem conflitar com as festividades de São João, tão importantes para o interior do estado. O plano de ação será definido entre setembro e outubro, reta final do mandato de ACM.

– Escritor registra rotina de sexo, panelaços e urubus na quarentena do centro de SP

A inevitável aglomeração do Carnaval preocupa especialistas da área de saúde

“Avaliaremos a possibilidade do Carnaval acontecer entre o final do mês de maio e início do mês de junho, sem que conflite com o calendário junino. A gente sabe que os festejos do São João são muito importantes para o Nordeste, principalmente pro interior”, afirmou ACM em coletiva.

– Drauzio Varella diz que carnaval deveria ter sido cancelado: “Vírus se disseminou ali”

“Também não acho que seja justo o Carnaval prejudicar o São João, que esse ano já não tivemos. Ideal seria buscar um calendário em 2021, quem sabe até identificando feriados que podem ser utilizados, pela data propriamente ou pela antecipação de feriados. E aí organizar o calendário para o Carnaval”, completou.

Último mandato de ACM Neto na prefeitura de Salvador pode ser marcado por um Carnaval atrasado ou até inexistente

Neto ainda assegurou ainda que a decisão será tomada em parceria com outros prefeitos, como de São Paulo, Rio de Janeiro e Olinda, para que a data do Carnaval seja unificada nacionalmente, não criando ruídos e duplos carnavais ao redor do ano. Ele reitera que só será possível executar a festa com o máximo de segurança para o soteropolitanos e turistas.

– Jovens são os mais infectados por coronavírus no Brasil; veja números

“O Carnaval só ocorrerá se puder acontecer em ambiente de total segurança. Hoje é impossível ter uma ideia se ocorrerá ou não o Carnaval em fevereiro do próximo ano. É impossível dizer se teremos segurança para a realização do Carnaval em fevereiro ou não. Nosso prazo é o mês de novembro. Não é uma decisão que tem que se tomar hoje”, destacou.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Felipe Neto fala sobre acusações de pedofilia, e ameaças ao ‘Jornal Nacional’: ‘Não imaginei’