Debate

Clipe de cantora gospel com mulher que perdoa agressão do marido é criticado por normalizar violência

por: Yuri Ferreira

O clipe ‘A Voz’ da cantora gospel Cassiane causou polêmica: no videoclipe, uma mulher perdoa a agressão do marido alcoólatra porque ele entrou na Igreja. A obra foi duramente criticado por não apresentar em nenhum momento uma denúncia a polícia ou apresentar instruções para mulheres que sofrem com a violência doméstica.

Clipe não aborda denúncias e ‘perdoa’ agressor por causa da religião; produção foi criticada nas redes sociais

Na história, a personagem principal sofre em um relacionamento abusivo, que culmina numa agressão. Ao fim do clipe, ela envia um bilhete para o agressor com a seguinte mensagem: “Reconheça a voz de Deus. Deixa ela estremecer o seu coração. O timbre santo do Senhor há de te curar, pois Ele é a voz que restaura a vida. Oro por você. Perdoo você”, diz o bilhete lido pelo agressor no vídeo.

– Projeto que educa homens por violência doméstica diminui reincidência para 2%

Veja um trecho do clipe:

Dezenas de mulheres criticaram a postura do clipe, que só apresenta uma recomendação de denúncia na descrição do vídeo na plataforma do Youtube. Nos comentários da postagem, milhares de internautas e em especial mulheres cristãs criticam a ideia do clipe:

Um levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública observou que no Twitter, o número de relatos de brigas de casal aumentou 431% entre fevereiro (mês anterior a pandemia) e abril (logo após o começo da quarentena). Entretanto, o Disque 180 registrou uma queda de 8% nas denúncias, indicando que a subnotificação de violência doméstica e o desencorajamento às denúncias podem estar aumentando a impunidade de homens que agridem suas companheiras. Os casos de agressão contra a mulher subiu 50% com confinamento por coronavírus no Rio de Janeiro.

– Violência contra a mulher e coronavírus: a casa como cativeiro em tempos de isolamento social

A cantora Cassiane reconheceu que errou em um longo texto no Instagram, mas, até o momento da publicação dessa reportagem, o clipe continuava no ar. “Sou humilde e aceito que houve uma falha, um erro em não expor sobre a denúncia explicitamente. Reafirmo que sou totalmente a favor da denúncia! Quem acompanha a minha história, saberia que eu apoio a denúncia de qualquer tipo de crime!”, afirmou.

Para denunciar casos de violência doméstica, disque 180 – Central de Atendimento à Mulher. O dever da denúncia é de toda a sociedade.

Publicidade

Fotos: Reprodução/YoOutube


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Warning: array_map(): Expected parameter 2 to be an array, bool given in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/publicidade/taboola.php on line 2

Warning: array_intersect(): Expected parameter 2 to be an array, null given in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/publicidade/taboola.php on line 11

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
GCM com cargo de alto escalão defende supremacia branca nas redes sociais